Pesquisar por em AM POST

Caiu na rede é post!

Eduardo Costa é autorizado a receber R$ 1 milhão da Lei Rouanet que ele chamou de ‘mamata’

Ele deve usar o recurso para a gravação de um DVD até dezembro deste ano.

  • Estadão Conteúdo

  • 25/10/2023 às 19:06

  • Atualizado em 25/10/2023 às 20:18

  • Leitura em três minutos

blank

Foto: Reprodução

O cantor sertanejo Eduardo Costa recebeu autorização para captar quase R$ 1 milhão por meio da Lei Rouanet, para a gravação de um DVD. A informação foi divulgada pelo Metrópoles e confirmada pelo Estadão, por meio do Portal da Transparência. O artista já afirmou anteriormente que a lei era destinada a artistas e jornalistas “safados” que queriam ‘mamar nas tetas’ do governo federal.

“Quem quiser ganhar dinheiro agora, vai caçar um serviço. vai capinar um lote, vai bater uma laje, vai caçar o que fazer. Acabou a mamata, a safadeza. Dinheiro de Lei Rouanet nunca mais. Esses artistas, atores, bando de jornalista safado que fica querendo mamar nas tetas do governo, acabou a mamata, a safadeza”, disse ele durante campanha para o então candidato Jair Bolsonaro, segundo informações do O Globo.

PUBLICIDADE

Intitulado Eduardo Costa

O instrumentista e as modas de violas de Minas, o projeto foi proposto pela empresa Churrasco, Cerveja e Viola – C.C.V. Eventos LTDA, cujo dono é sócio do músico, e tem como objetivo gravar um DVD com canções caipiras “em homenagem à música de raiz sertaneja tradicional em várias regiões de Minas Gerais”.

Entre as justificativas apresentadas, o projeto destaca que “o caipira é muitas vezes zombado e invisibilizado pelas pessoas da cidade. Por meio da música sertaneja, ele passa a ter a palavra pública, consegue mostrar e afirmar sua identidade, inclusive nos meios de comunicação”. Com isso, a obra pretende “proporcionar ao público em geral o acesso gratuito a um produto que levará informações valiosas sobre um segmento musical tradicional que tem milhares de apreciadores, mas, em muitas das vezes, fica restrito a rodas de violas em localidades rurais e distantes”.

Para a gravação do DVD, o valor de arrecadação proposto foi de R$ 996.529,64. O pedido foi acatado pelo Ministério da Cultura e Eduardo Costa tem até dezembro para captar o dinheiro, por meio da Lei Rouanet.

PUBLICIDADE

Eduardo Costa se arrependeu de apoio a Jair Bolsonaro: ‘Fui babaca’

Em março deste ano, Eduardo Costa mencionou em uma entrevista ao jornalista André Piunti, no Youtube, que se arrependeu de ter manifestado seu apoio ao então presidente Jair Bolsonaro.

O sertanejo disse que foi “um pouco babaca” e que as pessoas tiveram antipatia por ele. “Se eu pudesse voltar, jamais falaria disso. Que babaquice me envolver nisso. Não me arrependo de nada, mas da política eu me arrependo. Eu faltei com respeito com as pessoas, querer que as pessoas tenham a mesma visão de um político e um partido”,disse.

PUBLICIDADE

Um dos motivos para o arrependimento de Eduardo Costa foi o fato de não ter visto as mudanças que ele esperava que acontecessem durante o mandato de Bolsonaro. “Eu queria uma mudança, que para os outros não era. Depois você descobre que é tudo a mesma coisa.”

A reportagem entrou em contato com o músico para comentar o assunto. Até o momento, não obtivemos retorno. O espaço segue aberto.

PUBLICIDADE

Estadão Conteúdo

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank