Pesquisar por em AM POST

Caiu na rede é post!

Matteus Amaral é acusado de fraudar cota racial em faculdade no RS

O ex-brother estudou por cinco períodos no campus de Alegrete, no Rio Grande do Sul, antes de trancar a faculdade

  • Por AM POST

  • 14/06/2024 às 06:45

  • Atualizado em 14/06/2024 às 10:06

  • Leitura em dois minutos

blank

Foto: Reprodução/Instagram

Matteus Amaral Vargas, vice-campeão do reality show “Big Brother Brasil 24”, está no centro de uma polêmica nesta quinta-feira (13/06). O ex-participante do programa foi acusado de utilizar indevidamente cotas raciais para ingressar no curso de Engenharia Agrícola, oferecido em parceria pelo Instituto Federal Farroupilha (IFFar) e pela Universidade Federal do Pampa (Unipampa).

A denúncia, trazida à tona pelo colunista Alessandro Lo-Bianco, afirma que Matteus teria se beneficiado do sistema de cotas raciais, apesar de não se enquadrar nos critérios exigidos. O ex-brother estudou por cinco períodos no campus de Alegrete, no Rio Grande do Sul, antes de trancar a faculdade para cuidar de sua avó.

PUBLICIDADE

A repercussão do caso aumentou nesta quinta-feira (13) após um vídeo postado e rapidamente deletado por Matteus no Instagram, onde uma voz ao fundo afirmava que “isso aí não vai dar nada”.

“Já soube que isso aí não da nada. É só esquecer, isso aí não vai dar nada. Se eu me declarei negra, eu sou negra”, diz a pessoa.

Documentos públicos confirmam que o nome de Matteus Amaral Vargas aparece na lista de aprovados para o curso de Engenharia Agrícola, cuja modalidade interinstitucional envolve tanto o IFFar quanto a Unipampa. A acusação gerou grande repercussão nas redes sociais, especialmente no X, antigo Twitter, onde usuários debateram intensamente a situação.

PUBLICIDADE

Vale lembrar que a Lei de Cotas do Brasil é destinada para grupos de candidatos pretos, pardos, indígenas, pessoas de baixa renda e pessoas com deficiência no ensino superior, como resposta à desigualdade histórica de acesso à educação no país. Até o momento, Matteus não se pronunciou sobre a polêmica.

Redação AM POST

O AM Post apoia a causa autista
blank

O Autismo é ver o mundo de um outro jeito, e cada um de nós temos que achar um jeito de entender as diferenças.

- Dr. Leonardo Maranhão

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank