Pesquisar por em AM POST

Caiu na rede é post!

Matteus se pronuncia sobre polêmica de fraude de cota racial; denúncia contra o ex-BBB foi enviada ao Ministério Público

O Ministério Público Federal recebeu um pedido de denúncia contra Matteus, pedindo a prisão do ex-BBB por suposta falsidade ideológica.

  • Por AM POST

  • 14/06/2024 às 19:12

  • Leitura em três minutos

Matteus Amaral, de 27 anos, que ganhou notoriedade ao participar do Big Brother Brasil 24, veio a público nesta sexta-feira (14) para abordar uma polêmica envolvendo sua entrada no Instituto Federal Farroupilha em 2014. Segundo nota divulgada pela instituição, Matteus teria ingressado no curso de Engenharia Agrícola por meio da Lei de Cotas, ao se autodeclarar preto. Na época, a única comprovação necessária era uma declaração feita pelo próprio candidato.

O pronunciamento de Matteus aconteceu via Stories no Instagram, onde ele compartilhou uma nota extensa explicando sua versão dos fatos. “Recentemente, surgiram informações de que, em 2014, fui inscrito no curso de Engenharia Agrícola no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha sob a modalidade de cotas para pessoas negras. Esta nota tem como objetivo esclarecer as circunstâncias dessa inscrição e expressar minha posição a respeito”, iniciou ele.

PUBLICIDADE

O gaúcho afirmou categoricamente que não foi ele quem efetuou a inscrição. “A inscrição foi realizada por um terceiro, que cometeu um erro ao selecionar a modalidade de cota racial sem meu consentimento ou conhecimento prévio”, disse Matteus, enfatizando que não teve participação no processo controverso.


Matteus também expressou seu entendimento sobre a importância das políticas de cotas no Brasil, destacando seu arrependimento por qualquer mal-entendido causado. “Entendo a importância fundamental das políticas de cotas no Brasil. Por isso, lamento profundamente qualquer impressão de que eu teria buscado beneficiar-me indevidamente dessa política, o que nunca foi minha intenção”, afirmou.

PUBLICIDADE

O ex-BBB concluiu sua nota reafirmando seu compromisso com a igualdade racial e social. “Reafirmo meu arrependimento por quaisquer transtornos causados e meu compromisso contínuo em ser um defensor ativo da igualdade racial e social. Agradeço a oportunidade de esclarecer este assunto e peço desculpas por qualquer mal-entendido que possa ter ocorrido”, finalizou.

Segundo o Instituto Federal Farroupilha, em 2014, a autodeclaração era o único requisito para comprovar a etnia dos candidatos, o que facilitava possíveis erros ou fraudes no sistema de cotas.

PUBLICIDADE

O caso de Matteus ganhou visibilidade rapidamente, gerando debates nas redes sociais sobre a eficácia e a segurança das políticas de cotas raciais no Brasil. Muitos usuários defenderam a necessidade de um sistema mais rigoroso para evitar fraudes, enquanto outros ressaltaram a importância dessas políticas para promover a inclusão e a igualdade de oportunidades.

Prisão

PUBLICIDADE

O Ministério Público Federal recebeu um pedido de denúncia contra Matteus, pedindo a prisão do ex-BBB por suposta falsidade ideológica. O documento foi protocolado e enviado pelo ativista Antonio Isuperio. Ele aponta que ex-BBB produziu uma prática criminosa, por ser explícita sua real etnia.

O pedido será analisado pelo Ministério Público, que pode apresentar uma denúncia formal à Justiça para que o caso seja investigado e julgado.

O AM Post apoia a causa autista
blank

O autismo é um Universo Paralelo que incessantemente pede permissão para fixar-se no terreno dos saberes.

- JESUS,D.F

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank