Pesquisar por em AM POST

Caso Djidja Cardoso

Justiça concede prisão domiciliar a funcionário de clínica envolvida no caso Djidja

Os funcionários são suspeitos de destruir evidências que ligavam a MaxVet ao fornecimento da droga para a família de Djidja.

  • Por AM POST

  • 20/06/2024 às 06:57

  • Atualizado em 21/06/2024 às 14:11

  • Leitura em 1 minuto

Caso Djidja Cardoso-A Justiça determinou que um dos funcionários da clínica veterinária envolvida no fornecimento de cetamina para a família de Djidja Cardoso teve sua prisão convertida para domiciliar nesta quarta-feira (18).

O funcionário foi detido em 7 de junho durante a segunda fase da Operação Mandrágora. Na mesma ocasião, outro funcionário da clínica foi preso, juntamente com Bruno Roberto, ex-namorado de Djidja Cardoso, e o coach Hatus Silveira.

PUBLICIDADE

Os funcionários são suspeitos de colaborar com José Máximo Silva de Oliveira, proprietário da clínica, na destruição de evidências que ligavam o estabelecimento ao fornecimento da droga para a família de Djidja Cardoso, ex-sinhazinha do boi-bumbá Garantido, encontrada morta em sua residência em 28 de maio.

Segundo a determinação judicial, o suspeito utilizará tornozeleira eletrônica para monitoramento enquanto o caso continua em investigação.

O AM Post apoia a causa autista
blank

Hoje aprendi que à manifestação de carinho mais sincera é o de uma criança com Autismo! Estes anjos, tem a felicidade de ser veraz, não afetando-se com o meio.

- Winaldario Santos

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank