“As orientações que ele deu foram muito ruins”, diz Omar Aziz sobre Mandetta

O ex-ministro será o primeiro a ser interrogado pelos 11 membros da comissão, nesta terça-feira (4).

Redação AM POST*

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, senador Omar Aziz (PSD), fez algumas críticas ao ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, um dia antes de interrogá-lo na CPI. O parlamentar deu entrevista ao Portal Amazonas1 nesta segunda-feira (3) e disse que as orientações de Mandetta no início da pandemia eram ruins.

Continua depois da Publicidade

“Ele orientava, não sei se você lembra, que as pessoas podiam… ‘Ah se você estiver com febre, fica em casa, só vai para o hospital quando você estiver com falta de ar’. Quando o cara estava com falta de ar, o pulmão já estava comprometido 50% ou 60% e morria. As orientações que ele deu foram muito ruins. Mas vamos aguardar, vamos trabalhar”, disse Omar.

O ex-ministro foi o primeiro a ser exonerado pelo presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia de covid-19 e agora será o primeiro a ser interrogado pelos 11 membros da comissão, nesta terça-feira (4). No dia seguinte será a vez de Eduardo Pazuello, outro ex-ministro da pasta. Já na quinta-feira, os parlamentares vão questionar o atual ministro, Marcelo Queiroga, e o presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Antônio Barra Torres.

Omar também confirmou que entre as perguntas a serem feitas amanhã estarão algumas relacionadas ao Amazonas, uma vez que o estado foi um dos primeiro a enfrentar a primeira e segunda onda da covid-19.

Continua depois da Publicidade