Estados recebem nova remessa de vacinas contra covid-19 esta semana

Saúde reduziu estimativa para 30 milhões de doses neste mês.

Agência Brasil

O Ministério da Saúde inicia nesta semana uma nova distribuição de doses de vacinas contra a covid-19. Para o mês de março, o cronograma prevê a entrega de 30 milhões de doses vindas de acordos com o Instituto Butantan, Oxford/AstraZeneca e o consórcio Covax Facility.

Continua depois da Publicidade

Desse total, 23,3 milhões de doses são da Coronavac, produzidas pelo Instituto Butantan e enviadas ao Ministério da Saúde em remessas semanais. Outras 3,8 milhões de doses são da vacina Oxford/Astrazeneca, e estão previstas para a segunda quinzena do mês. Esses imunizantes são procedentes do primeiro lote produzido no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz, a Fiocruz, com matéria-prima importada. Também são esperadas 2,9 milhões de doses do mesmo imunizante, adquiridas via consórcio Covax Facility.

Nos últimos dias, o Ministério da Saúde reduziu em quase 35% a previsão de doses de vacinas disponíveis em março. A estimativa inicial de 46 milhões de doses caiu para 38 milhões, depois para 37 milhões, e, neste sábado , a previsão ficou em 30 milhões de doses.

Segundo o Ministério da Saúde, as previsões de entrega são enviadas à pasta pelos fornecedores dos imunizantes e estão sujeitas a alterações, de acordo com a disponibilidade dos laboratórios e a real quantidade de doses entregues, que pode variar conforme o ritmo de produção dos insumos. A pasta reforça que organiza a divisão das doses de forma proporcional e igualitária aos estados e Distrito Federal.

Continua depois da Publicidade