Coronavírus

Filha se emociona ao ser vacinada contra Covid pela mãe no mutirão Vacina Amazonas

A profissional está atuando em um dos 25 postos de vacinação instalados no Centro de Convenções Vasco Vasques, segunda etapa.

Redação AM POST

A emoção tomou conta de Carla Havas, 18, que recebeu a primeira dose da vacina contra Covid-19 pelas mãos de sua mãe, a diretora do Centro de Atenção Integral à Melhor Idade (Caimi), enfermeira Roberta Nascimento, 40, na abertura do mutirão Vacina Amazonas, na tarde desta quarta-feira (21/07). A profissional está atuando em um dos 25 postos de vacinação instalados no Centro de Convenções Vasco Vasques, segunda etapa.

Continua depois da Publicidade

A estudante do Colégio Militar da Polícia Militar I (CMPM), Carla Havas, relembrou que quase perdeu a mãe e a irmã para o vírus. “Uma gratidão enorme por estar sendo vacinada, representando todos os jovens da minha idade. Uma emoção maior ainda porque a minha mãe está me vacinando. Quase perdi ela e a minha irmã. Acho que é o dia mais feliz da minha vida”, enfatizou Carla.

Já a mãe, enfermeira Roberta, ficou com os olhos cheios de lágrimas com a fala da filha. Ela vem trabalhando incansavelmente na linha de frente na pandemia. “Como é emocionante ver minha filha sendo imunizada hoje por mim. A gente vem nessa luta há bastante tempo e tudo o que a gente mais quer é que acabe essa pandemia”, disse Roberta, que está participando da quarta campanha de vacinação no Estado do Amazonas.

Mutirão
A terceira edição do mutirão em Manaus tem meta de vacinar 60 mil pessoas em dois dias, nesta quarta-feira e quinta-feira (21 e 22/07). O Governo do Estado vai manter três postos abertos entre 9h as 24h, nos dois dias. A Prefeitura de Manaus ainda conta com mais 12 postos.

Continua depois da Publicidade