Ministro da Saúde diz que ordem do governo federal é evitar lockdown

A prioridade, segundo Queiroga, é ampliar a campanha de vacinação.

Redação AM POST

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou hoje, após reunião com a OMS (Organização Mundial da Saúde) que a ordem do governo federal é evitar o lockdown no país.

Continua depois da Publicidade

“Evitar lockdown é a ordem, mas temos de fazer o dever de casa. Mas o dever de casa é de toda população. Por mais que nós falemos todos os dias sobre isso, não vemos a população tendo adesão às medidas”, disse em entrevista coletiva.

A prioridade do governo federal, segundo Queiroga, é ampliar a campanha de vacinação. “O problema de carência de vacinas não é só do Brasil, até países mais desenvolvidos encontram dificuldades”, disse. Em 2020, Bolsonaro rejeitou 70 milhões de doses da vacina Pfizer.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) criticou ontem (2) as medidas de isolamento social. “Trabalhar, muitas vezes, também é uma atividade física”, disse em uma publicação no seu Twitter. A declaração acontece no pior momento da pandemia no Brasil. O mês de março registrou o maior número de mortes no país, 66.868.

Continua depois da Publicidade

*Com informações do UOL