Radialista Aderaldo Reis morre aos 63 anos vítima de Covid-19 em Manaus

Ele estava internado no hospital Delphina Aziz com complicações da doença.


Redação AM POST

O radialista Aderaldo Reis, de 63 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira (21), no hospital Delphina Aziz, zona Norte de Manaus. Ele estava internado em decorrência de complicações provocadas pela Covid-19.

O rádio Clube de Parintins, onde a vítima trabalhava há cerca de 30 anos, anunciou a morte do profissional. Ele era conhecido pelo bordão “Se você não quer que seu nome apareça, não deixa que o fato aconteça”. Aderaldo Reis tinha vários jargões policiais, apresentados todas as manhã no jornal da Clube.

Continua depois da Publicidade

A família está providenciando o transporte do corpo para Parintins (distante 369 quilômetros de Manaus), onde ele será velado e enterrado.