Samel e Instituto Transire doam mais de 300 respiradores não invasivos para rede pública de saúde do AM

O equipamento é para que os pacientes consigam evitar, ao máximo, a intubação orotraqueal e se recuperarem mais rápido.

Redação AM POST

Representantes do Grupo Samel e do Instituto Transire anunciaram nesta sexta-feira (22) doação de mais de 300 respiradores não invasivos (BiPAP) para a rede pública de saúde do Amazonas, que vive uma situação de colapso por conta da rápida expansão dos casos de Covid-19.

Continua depois da Publicidade

As doações começaram nesta sexta pelos Hospitais e Prontos-Socorros Jão Lúcio, Platão Araújo, 28 de Agosto, Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) e vários Serviços de Pronto Atendimento (SPAs).

“Nós esperamos com isso poder dar essa contribuição para que os pacientes consigam evitar, ao máximo, a intubação orotraqueal e que eles consigam se recuperar mais rápido. Então nós vamos passar a utilizar, na rede pública também, o método de ventilação não invasiva que a Samel começou a usar em março do ano passado e que hoje já é consagrado nos principais hospitais de todo o nosso país e até no mundo”, disse o diretor-presidente da Samel, Luís Alberto Nicolau.