Sete estabelecimentos são autuados por descumprimento das medidas de prevenção ao Covid-19 em Manaus

Duas pessoas foram presas por desacato.

Redação AM POST

Neste final de semana, sete estabelecimentos comerciais foram autuados pela Central Integrada de Fiscalização (CIF), uma ação conjunta entre órgãos estaduais, municipais e federais coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). Entre a sexta-feira (16/10) e a noite deste domingo (18/10), 60 estabelecimentos entre bares, restaurantes, postos de combustíveis e eventos clandestinos foram vistoriados. Duas pessoas foram presas por desacato.

Um bar na Avenida Via Láctea, bairro Adrianópolis, zona Sul, foi autuado porque estava com aglomeração de pessoas e funcionava em horário não permitido. Outros dois estabelecimentos na zona centro-oeste foram notificados por falta de licença sanitária ou Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB).

Continua depois da Publicidade

Na Avenida Cosme Ferreira, bairro Zumbi, zona Leste, um homem foi preso por desacato e ameaçar agredir fisicamente um policial. O infrator foi conduzido ao 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP). O bar também foi interditado por falta de licença e aglomeração.

Um evento clandestino no bairro Flores, zona centro-sul de Manaus, foi encerrado na madrugada de domingo. Aproximadamente 600 pessoas estavam no local e foram localizadas escondidas em um galpão atrás do espaço, às escuras, para tentar evitar o flagrante. Na ocorrência, uma mulher foi detida por desacato a autoridade.

As equipes da CIF também realizaram fiscalização aos flutuantes da capital, na tarde de sábado e domingo. Ao todo, 19 locais foram visitados e a maioria estava fechada. De acordo com o Decreto Nº 42.794, ficam suspensos, no âmbito estadual, até o dia 26 de outubro de 2020, o acesso às áreas de praias para recreação.

Continua depois da Publicidade

Participam da CIF órgãos estaduais, municipais e federais, incluindo as Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Ouvidoria da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Visa Manaus, Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (Immu), e Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento e Gestão Integrada (Seagi/SSP-AM), e Marinha do Brasil.