Coronavírus

Vacinados com 1ª dose correspondem a cerca de 44% da população do Amazonas

Mutirões aceleraram a vacinação contra Covid-19 no Estado.

Redação AM POST

Com 15 edições já realizadas em 13 municípios, os mutirões Vacina Amazonas têm contribuído para acelerar a cobertura vacinal contra a Covid-19 no estado. Só nos mutirões, capitaneados pelo Governo do Amazonas, em parceria com as prefeituras municipais, mais de 306 mil doses foram aplicadas desde o dia 12 de junho, data da primeira mobilização, em Manaus.

Continua depois da Publicidade

“Isso fez com que a gente pudesse dar um salto em relação ao público definido para o mutirão, a gente acelerou bastante, principalmente a primeira dose. Hoje, principalmente na capital, a gente já avançou nos 18+, a faixa etária acima dos 18 anos. Agora nossa meta é avaliar as faixas etárias, entendendo a importância de atingirmos a meta de cobertura vacinal de mais de 90% por faixa etária”, pontuou Cristiano Fernandes, diretor-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP).

Impulsionada pelas ações, a vacinação tem alcançado os grupos prioritários de forma mais rápida. Os 1.834.241 vacinados que já receberam a primeira dose contra a Covid-19 no Amazonas correspondem a 43,59% da população de todo o estado. Os 636.207 que já completaram o ciclo vacinal com as duas doses – ou com vacina de dose única, representam 15,12% da população do Amazonas.

O diretor-presidente da FVS-RCP alerta para a importância de completar o esquema vacinal com as duas doses, no caso de imunizantes que preveem duas aplicações.

Continua depois da Publicidade

“As pessoas precisam fazer adesão à segunda dose de acordo com a recomendação e com a vacina que foi aplicada na primeira dose. Lembrando que o intervalo tem variado de oito a 12 semanas, tem um cronograma de vacinação. As pessoas que fizeram a primeira dose precisam ficar atentas às datas da segunda dose e fazer a adesão, procurar as unidades de saúde para que façam a segunda dose também”, enfatizou Cristiano Fernandes.

Redução nas internações
O avanço da vacinação contra a Covid-19 no Amazonas tem refletido, também, nas internações pela doença no estado.

Continua depois da Publicidade

“Desde que iniciaram os mutirões a gente consegue perceber, nos gráficos, uma diminuição importante no número de internações. Nós estamos, hoje, com leitos Covid em torno de 40% de ocupação em leitos clínicos; e 55, 57% em leitos de UTI. Isso é fantástico, vem caindo mês a mês, se você medir um mês com o outro, percebe também essa diminuição”, destacou o titular da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), Anoar Samad.

Próximas edições
As próximas ações Vacina Amazonas serão realizadas neste sábado (24/07), simultaneamente, nos municípios de Caapiranga e Beruri, totalizando 17 edições.

Continua depois da Publicidade

Em Caapiranga, a meta do mutirão é aplicar 500 doses e o público alvo é toda população adulta a partir de 18 anos de idade. O mutirão será na Praça de Alimentação do Santo Antônio, das 9h às 16h. A ação é para aplicação de primeira dose.

E em Beruri, a vacinação é para primeira e segunda doses. O mutirão começa às 8h no Porto Hidroviário. A ação é para toda população adulta a partir de 18 anos de idade. A meta é aplicar 400 doses.

Vacina Amazonas
A primeira edição da campanha vacinou 141 mil pessoas na capital, nos dias 11 e 12 de junho.

Outros dois mutirões foram realizados, simultaneamente, no dia 19 de junho, em Novo Airão e Manacapuru, quando 8,2 mil pessoas foram vacinadas. No dia 26 de junho, Parintins foi o quarto município a receber o mutirão, imunizando mais de 5 mil pessoas.

No quinto mutirão, realizado na capital durante 24 horas, nos dias 29 e 30 de junho, 58.534 doses foram aplicadas. O sexto mutirão foi realizado no dia 3 de julho, em Rio Preto da Eva, com 3.159 doses aplicadas.

Outros cinco mutirões foram realizados no dia 10 de julho, simultaneamente, nas cidades de Itacoatiara, Urucará, Iranduba, Itapiranga e São Sebastião do Uatumã, com alcance de 15.660 pessoas vacinadas.

Três mutirões foram realizados no dia 17 de julho, também simultaneamente, em Manaquiri e Careiro Castanho, quando foram aplicadas vacinas de primeira dose. E no Careiro da Várzea, a ação foi para aplicação da segunda dose e dose única. Nesses municípios foram aplicadas 1.042 doses.

Neste último em Manaus, realizado entre quarta e quinta-feira (21 e 22/07), 74 mil doses foram aplicadas na população com 18 anos ou mais.