Pesquisar por em AM POST

Curiosidades

Conheça o “assassino da beleza” que dopava e estuprava as vítimas em shopping

Explore o caso chocante do ‘assassino da beleza’ que sedava e atacava suas vítimas.

  • Por AM POST

  • 23/11/2023 às 14:43

  • Leitura em 1 minuto

assassino da beleza

Assassino da beleza- Foto: Divulgação

Curiosidades– Christopher Bernard Wilder, nascido em 1945 na Austrália, ficou conhecido como o “Assassino de Mulheres Bonitas”. Desde cedo, sua vida foi marcada por experiências traumáticas, incluindo um quase afogamento aos dois anos e um envolvimento em estupro coletivo aos 18 anos. Este último evento levou-o a sessões de terapia de eletrochoque, que possivelmente exacerbaram seu comportamento violento​​.

Mulher mutilava as vítimas e as transforma em sabão:

Ascensão nos Estados Unidos

Mudando-se para os Estados Unidos na década de 1970, Wilder prosperou financeiramente e desenvolveu um interesse por fotografia, que logo se tornou seu método para atrair vítimas. Ele frequentemente buscava mulheres jovens e bonitas em praias e shoppings, prometendo sessões de fotos profissionais sob o pretexto de ser um olheiro de modelos​​.

PUBLICIDADE

Onda de Crimes em 1984

Em 1984, Wilder iniciou uma onda de crimes brutais. Sua primeira vítima foi Rosario Gonzales, seguida por Elizabeth Kenyon e Theresa Wait Ferguson. Outras, como Linda Grover, foram raptadas e submetidas a violências extremas​​. Entre março e abril de 1984, Wilder cometeu uma série de assassinatos, incluindo as mortes de Terry Walden, Suzanne Logan, Sheryl Bonaventura e Michelle Korfman. Tina Risico e Dawnette Wilt sobreviveram aos ataques​​.

Crimes Brutais e Fim da Jornada

A caçada a Wilder terminou em 13 de abril de 1984, quando foi confrontado e morto em um tiroteio com a polícia em New Hampshire​​. Sua história é um lembrete sombrio dos perigos que podem surgir da combinação de traumas não resolvidos, obsessões distorcidas e oportunidades para perpetrar o mal.

PUBLICIDADE

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank