Quase R$ 6 bilhões do Fundão poderia ser usado para asfaltar BR-319, afirma Bolsonaro

O valor exorbitante deve rechear o caixa dos partidos para o pleito de 2022.

Redação AM POST

Em entrevista à TV Brasil, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que os quase R$ 6 bilhões do Fundo Eleitoral, aprovado pelo Congresso na última semana, poderia ser usado na repavimentação da BR-319, que liga a cidade de Manaus, no Amazonas a Porto Velho, em Rondônia — e, de lá, conecta a Região Norte ao país —.

Continua depois da Publicidade

“Imagine na mão do ministro Tarcísio (da Infraestrutura) o que poderia ser feito com esse dinheiro? Poderia, por exemplo, ter concluído Porto Velho-Manaus, que é um anseio da população do Amazonas”, disse.

O mandatário afirmou que vetará o fundão de R$ 5,7 bilhões aprovado no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) de 2022. O valor exorbitante deve rechear o caixa dos partidos para o pleito de 2022.

O fundo de financiamento de campanha foi criado após a proibição do financiamento privado, em 2015, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), sob o argumento de que as grandes doações empresariais desequilibram a disputa eleitoral. Nas eleições de 2018, o valor reservado para as candidaturas foi R$ 2 bilhões. O veto presidencial, se confirmado, precisará ser analisado pelos congressistas, que podem derrubá-lo.

Continua depois da Publicidade