Governo do Amazonas lança Escola Pública de Trânsito, em parceria do Detran-AM com Secretaria de Educação

Assinatura do Termo de Cooperação foi realizada nesta terça-feira (1º/06).

Redação AM POST

O Governo do Amazonas, por meio do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) deu início, nesta terça-feira (1º/06), à implantação da Escola Pública de Trânsito do Amazonas (Eptran-AM). A escola vai iniciar suas atividades a partir de uma parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Desporto, firmada por meio de um termo de cooperação técnica assinado entre os representantes das duas instituições.

Continua depois da Publicidade

A expectativa é que essa parceria permita a transmissão de teleaulas sobre trânsito para aproximadamente 300 mil alunos da rede estadual de ensino, por meio do projeto “Aula em Casa”. Atualmente, o projeto é transmitido por sinal aberto da TV Encontro das Águas para Manaus e os municípios de Rio Preto da Eva, Iranduba, Manaquiri e Careiro da Várzea.

Municípios mais afastados também terão acesso às aulas da Eptran-AM, mas por meio do projeto “Ensino Mediado por Tecnologia”, que transmite o conteúdo pedagógico via satélite para 40 mil alunos do interior.

Outra fonte de difusão das aulas da Eptran-AM serão os canais do Youtube do Detran-AM e da Secretaria de Educação.

Continua depois da Publicidade

Escola Pública de Trânsito – A Eptran-AM vai focar em três programas fundamentais: o “Educar para o Trânsito” e o “Minha CNH”, para alunos da rede estadual de Ensino Fundamental e Médio, e um programa de cursos especializados para a população em geral, como a formação de mototaxistas ou instrutores de auto escola, por exemplo.

As teleaulas serão produzidas pelo Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam), da Secretaria de Educação. O conteúdo dos programas “Educar para o Trânsito” e “Minha CNH” será ministrado pela equipe de educação de trânsito do Detran-AM. Já os cursos especializados de atualização, reciclagem e aperfeiçoamento de condutores ficará a cargo de instituições homologadas pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e, também, por instrutores do próprio Detran Amazonas.

Continua depois da Publicidade

“Isso certamente enriquecerá os conhecimentos e as experiências que nossos alunos terão nas escolas. Educação moderna é isso: promover experiências transformadoras e, de fato, com isso, a gente vai formar cidadãos melhores para o trânsito do nosso estado”, enfatizou o secretário estadual de Educação e Desporto, Luis Fabian Barbosa.

Pioneiro – O Detran-AM foi o primeiro órgão de trânsito do país a implementar a Escola Pública de Trânsito com um programa voltado para crianças e adolescentes, conforme preconiza a recente mudança do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Continua depois da Publicidade

A Eptran-AM faz isso com o programa “Educar para o Trânsito”, que é destinado a crianças e adolescentes com idade entre 7 e 15 anos da rede estadual de Ensino Fundamental.

Esses alunos receberão aulas de legislação, sinalização e comportamento no trânsito. Tudo de maneira lúdica para reforçar a formação dos futuros condutores.

“A implantação da Escola Pública de Trânsito do Amazonas é um sonho de toda a equipe de educação do Detran Amazonas. Um sonho de décadas, que era levar conhecimento sobre trânsito as crianças da rede pública de ensino”, destacou o diretor-presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá.

‘Minha CNH’ – Além do programa “Educar para o Trânsito”, a Eptran-AM vai ofertar teleaulas para a obtenção da Carteira Nacional de Trânsito para alunos do Ensino Médio da rede estadual de educação. Esse programa se chama “Minha CNH”.

Ele será totalmente gratuito e vai oferecer aulas teórico-técnicas para o processo de obtenção da primeira CNH. O programa foi criado com base na Resolução nº 265 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e, além do Amazonas, somente o Distrito Federal possuiu um programa semelhante no país.

Os alunos que se interessarem em ingressar no programa terão aulas de legislação de trânsito com uma carga horária maior que nas autoescolas. Essas disciplinas são extracurriculares e serão ministradas ao longo dos três anos do Ensino Médio.

Ao final, se esse aluno já possuir 18 anos e tiver concluído o programa “Minha CNH”, ele já poderá procurar o Detran-AM para realizar a prova teórica. Se aprovado, está apto a se matricular em uma autoescola para realizar a parte prática de direção.

“Com esse programa, você prepara aquele aluno adolescente para ele obter sua CNH com uma economia de aproximadamente R$ 500 no valor total do processo de formação de condutores”, revelou Rodrigo de Sá.

Tanto o programa “Educar para o Trânsito” quanto o “Minha CNH” serão ministrados pela equipe de educadores do Detran-AM. Eles utilizarão livros paradidáticos que serão distribuídos gratuitamente aos alunos que ingressarem nos dois programas.

Cursos especializados – Além dos alunos matriculados no Ensino Fundamental e Médio da rede estadual, qualquer condutor de veículo do interior também poderá ter acesso à Eptran-AM. O Detran-AM pretende ministrar teleaulas de cursos especializados para formação, aperfeiçoamento e reciclagem.

Atualmente o Detran Amazonas possui 18 cursos que podem ser transmitidos pela parceria com a Secretaria de Educação e Desporto. Os maiores beneficiados serão os profissionais que atuam como mototaxistas pelo interior, a maioria dos quais não possui o curso especializado de formação para a atividade. Com a implantação da Eptran-AM, eles poderão fazer a capacitação e, com isso, trabalhar com mais segurança.

* Com informações da assessoria de imprensa