Quadrilha é presa por tráfico de drogas no Alvorada

Uma das criminosas cumpria prisão domiciliar e usava tornozeleira eletrônica.

Uma quadrilha foi presa, na manhã desta quinta-feira (16), no bairro Alvorada III, na zona Centro-Oeste. O bando é acusado de tráfico de drogas.

Carla Jeane Silva dos Santos, 24; Tiago de Mendonça Nogueira, 39; Walmir Ferreira de Souza, 18; Waldecir de Oliveira Santos, 30 e Maria do Socorro Amazonas Rodrigues, 19, foram presos na Rua e Beco São Geraldo, nas casas onde moravam.

Continua depois da Publicidade

De acordo com o delegado titular da unidade policial, Walter Cabral, eles estavam sendo investigados por envolvimento com o tráfico de drogas desde a prisão de Ricardo Almeida da Silva, 39, conhecido como “Ricardo Bombado”, em junho deste ano. Ele é apontado como o mentor do grupo.

Foto: Divulgação PC

Foto: Divulgação PC

Durante as investigações, os policiais civis constataram que Carla cumpria prisão domiciliar por tráfico de drogas. Ela utilizava tornozeleira eletrônica e foi presa novamente na manhã desta quinta-feira pelo mesmo crime. O mandado de busca e apreensão foi expedido no dia 6 de maio deste ano, pela juíza de direito Lídia de Abreu Carvalho Frota, da 1ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (1º Vecute).

Em uma das residências, foram encontradas trouxinhas de oxi, pouco mais de R$ 2 mil espécie e a chave de um carro alugado pelo grupo. “Os membros da quadrilha moravam no mesmo beco, mas em casas diferentes. Fizemos revista na casa de cada um deles e apreendemos droga e dinheiro. Além da chave de um carro, na casa da Carla, que posteriormente descobrimos que teria sido alugado pela quadrilha”, explicou Walter.

Continua depois da Publicidade

Eles foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico e conduzidos à unidade policial. Ao término dos procedimentos cabíveis os homens serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro, as mulheres serão conduzidas ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), localizado no km 8 da BR 174, onde irão permanecer à disposição da Justiça.