Pesquisar por em AM POST

Economia

Petrobras anuncia novo reajuste nos preços do gás de cozinha a partir de domingo (5)

Se for repassado ao consumidor, o reajuste de 4,5% deve deixar os botijão de até 13 quilos R$ 1,21 mais caros.

  • Por AM POST

  • 03/11/2017 às 15:30

  • Atualizado em 04/11/2017 às 16:20

  • Leitura em 1 minuto

A Petrobras anunciou um novo reajuste de 4,5%, em média, nos preços do gás liquefeito de petróleo para uso residencial, envasado pelas distribuidoras em botijões de até 13 quilos (GLP P-13), conhecido como gás de cozinha. A mudança entra em vigor já a partir deste domingo (5).

Segundo a companhia, a mudança segue a política de preços da divulgada pela empresa em junho deste ano. “O reajuste foi causado principalmente pela alta das cotações do produto nos mercados internacionais, influenciada pela conjuntura externa e pela proximidade do inverno no Hemisfério Norte. A variação do câmbio também contribuiu”, disse a companhia.

PUBLICIDADE

“Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos especialmente por distribuidoras e revendedores”, divulgou a Petrobras.

De acordo com a empresa, o ajuste anunciado foi aplicado sobre os preços praticados sem incidência de tributos. “Se for integralmente repassado aos preços ao consumidor, a companhia estima que o preço do botijão de GLP P-13 pode ser reajustado, em média, em 2% ou cerca de R$ 1,21 por botijão, isso se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos”

O último reajuste no preço do gás de cozinha feito pela Petrobras foi 12,9% e ocorreu no dia 11 de outubro de 2017. A alteração atual não se aplica ao GLP destinado a uso industrial/comercial.

PUBLICIDADE

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank