Eleições 2022

Ministro da Defesa diz ao TSE que indicará militares para fiscalizar votação das eleições 2022

Paulo Sergio Nogueira destacou que ação é prevista em resolução da Justiça Eleitoral.


Redação AM POST*

O ministro da Defesa, Paulo Sergio Nogueira, enviou um novo ofício ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin, em diz que a fiscalização da votação das eleições de outubro deve acontecer de forma conjunta pelas entidades fiscalizadoras e que vai indicar militares para a missão. Paulo Sergio Nogueira destacou que ação é prevista em resolução da Justiça Eleitoral.

Continua depois da Publicidade

“Informo que, à luz do disposto no art. 6º da Resolução nº 23.673-TSE, de 14 de dezembro de 2021, a participação das Forças Armadas como entidades fiscalizadoras do sistema eletrônico de votação dar-se-á de forma conjunta, por intermédio de uma equipe de técnicos militares, cujos nomes serão encaminhados a esse Tribunal oportunamente”, escreveu o ministro no documento.

Paulo Sergio Nogueira pede para Fachin “facilitar a coordenação das ações que efetivem a aludida participação” e que o ministro indique um servidor do da Justiça Eleitoral “como ponto de contato para a equipe supramencionada”.

A participação das Forças Armadas no processo eleitoral já gerou desconforto nas instituições. Na semana passada, Fachin respondeu à declaração de Nogueira, de que os militares se sentem “desprestigiados” pela Corte. O magistrado pediu “diálogo institucional” e disse ter “elevada consideração” .

Continua depois da Publicidade

O presidente do TSE agradeceu as contribuições apresentadas pelas Forças Armadas e disse que o processo eleitoral brasileiro tem contado com a participação de diversos setores nas etapas de fiscalização do sistema eletrônico.

*Com informações do Correio Braziliense

Continua depois da Publicidade