Alfredo e Conceição assumem compromisso de transformar assistência social em área específica

Com esta ação, os profissionais poderão ter garantias e direitos, refletindo assim em melhores resultados nos serviços prestados dentro das comunidades.

Redação AM POST

Candidatos a prefeito e vice-prefeita pela coligação “Trabalho bom merece continuar”, Alfredo Nascimento (PL) e Conceição Sampaio (PSDB) assumiram o compromisso de transformar a assistência social em área específica na Prefeitura de Manaus. Com esta ação, os profissionais poderão ter garantias e direitos, refletindo assim em melhores resultados nos serviços prestados dentro das comunidades.

Hoje, as políticas públicas de assistência social, que são reconhecidas, nacionalmente, como área essencial para superação da vulnerabilidade e risco social, no âmbito do município de Manaus, estão sob gestão da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc).

Continua depois da Publicidade

Segundo Alfredo Nascimento, tornando a assistência social em área específica por meio de uma Lei Municipal, a secretaria poderá promover concurso público para recompor os quadros dos trabalhadores do Sistema Único da Assistência Social (SUAS) em Manaus.

“Daremos mais direitos e garantias aos servidores desta área. Realizando um concurso próprio, a partir desta Lei, iremos recompor o quadro de funcionários e será possível efetivar o plano de cargos, carreiras e salários promovendo segurança aos trabalhadores para a progressão da sua atividade profissional, inclusive financeira”, garantiu Alfredo.

Candidata a vice-prefeita e ex-secretária da Semasc, Conceição Sampaio destacou que já existe a Lei Municipal da Assistência Social, dessa forma, seria imperativo transformar a assistência social em área específica.

Continua depois da Publicidade

“Essa transformação não diz respeito apenas aos servidores, mas reflete em todas as áreas, dentro das comunidades de Manaus, onde a secretaria desenvolve inúmeros projetos sociais, seja por meio dos Cras (Centro de Referência da Assistência Social), Creas (Centro de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), Cozinhas Comunitárias, entre outros serviços prestados. Poderemos fazer muito mais e chegar a um número maior de pessoas beneficiadas”, ressaltou Conceição.

Ainda na área social, Alfredo e Conceição reafirmaram o compromisso de aumentar o número de Cras, Creas e Cozinhas Comunitárias, com o objetivo de fortalecer as políticas públicas que estão sob competência da Semasc: Mulher, Assistência Social, Segurança Alimentar e Nutricional e Direitos Humanos.