Amazonino anuncia auxílio de R$ 300 para 137 mil famílias de Manaus

Ele informou que o auxílio é uma maneira de manter o equilíbrio social-econômico, com a crise que promete se acirrar no próximo ano.

Redação AM POST

Recebido sob gritos de “O Negão voltou”, o candidato a prefeito pela Coligação Juntos Podemos Mais, Amazonino Mendes (PODEMOS), anunciou a moradores da zona norte que vai conceder, de imediato, caso seja eleito, auxílio financeiro de R$ 300, a 137 mil famílias consideradas em vulnerabilidade social em Manaus. O anúncio foi feito no “Encontro com o Negão”, realizado na última quarta-feira (18/11), no bairro Amazonino Mendes (Mutirão).

Amazonino Mendes, ao lado do candidato a vice, deputado Wilker Barreto (PODEMOS), informou que o auxílio é uma maneira de manter o equilíbrio social-econômico, com a crise que promete se acirrar no próximo ano, em decorrência do aumento do índice de desemprego em Manaus. A situação deverá se complicar mais ainda, disse ele, com o encerramento, ao final do ano, do auxílio emergencial do governo federal, concedido às famílias para amenizar o impacto das consequências da pandemia de Covid-19.

Continua depois da Publicidade

Para Amazonino, é importante socorrer as pessoas duramente impactadas com as consequências econômicas da pandemia e auxiliar diretamente o comércio, sobretudo dos bairros de Manaus.

“Hoje, grande parte das pessoas, em Manaus, conseguiu enfrentar o desemprego graças ao auxílio emergencial, que se encerra em dezembro”, disse Amazonino Mendes, afirmando que não deixará as famílias descobertas e que a concessão do auxílio será outorgada em lei, garantindo a execução do programa sem o endividamento dos cofres públicos.

O candidato ressaltou que a medida vai aquecer o comércio nas comunidades.

Continua depois da Publicidade

“O comércio precisa ser intensificado, o dinheiro precisa circular nos bairros. Eu quero que o povo tenha direito de ir ao supermercado comprar os seus mantimentos, pagar seus remédios, transporte. Eu tenho muitas ideias, tenho experiência e a minha maior preocupação vai ser exatamente em melhorar a vida das famílias”, ressaltou.

Precursor do Bolsa Família
Amazonino relembrou que foi o precursor da criação de programas de auxílio financeiro às famílias em extrema pobreza (com renda de até R$ 70), ao criar, como governador, o Cartão Direito à Vida, em 1996, que beneficiava, à época, 100 mil famílias. Como prefeito, criou o Programa Bolsa Família Municipal, para aproximadamente 55 mil famílias.

O candidato a prefeito adiantou, ainda, que o Programa Leite do Meu Filho, criado por ele na Prefeitura, será ampliado. Se eleito, Amazonino pretende dobrar o número de crianças assistidas, de 20 mil para 40 mil. “Governar é cuidar das pessoas, sobretudo das nossas crianças”, frisou.

Continua depois da Publicidade

* Com informações da assessoria de imprensa