Amazonino mantém dianteira em pesquisa da Perspectiva, divulgada nesta quarta-feira

Com 31,6%, Amazonino Mendes subiu 4,2 pontos em relação à primeira pesquisa, realizada em início de setembro.

Redação AM POST

Em nova pesquisa eleitoral divulgada nesta quarta-feira (07/10) pelo Instituto Perspectiva o candidato a prefeito de Manaus, Amazonino Mendes (PODEMOS), continua na liderança. Com 31,6%, Amazonino Mendes subiu 4,2 pontos em relação à primeira pesquisa, realizada em início de setembro.

Na primeira pesquisa ele obteve 27,4%, na sondagem estimulada. Em estudo divulgado em 29/09 ele já aparece com 32,7% e agora se mantém nesse mesmo patamar, com variação dentro da margem de erro.

Continua depois da Publicidade

Em segundo lugar, com 14,1 pontos percentuais atrás, aparece David Almeida (Avante), que tinha crescido de 15,3% para 18,5% em setembro, e, neste momento, está com 17,2% (-1,3%).

José Ricardo (PT), que alcançou em setembro 7,9% e 9,3%, respectivamente, perdeu 0,2%, mas se manteve na terceira posição, com 9,1%. Já o Capitão Alberto (Republicanos), que estava na quarta colocação nas duas pesquisas anteriores (6,0% e 6,3%), obteve agora 6,1% e foi ultrapassado por Alfredo Nascimento (PL), com 6,5%. O ex-ministro dos transportes tinha atingido, no mês passado, 4,4% e 5,5%.

A sexta posição é do pessedista Ricardo Nicolau, que tinha 3,0%, e 3,6% em setembro e agora aparece com 4,8%. Chico Preto (Democracia Cristã) é o sétimo colocado, alcançando, respectivamente, 2,9% (01/09), 2,9% (29/09) e 3,0% (07/10). Quem também está com 3,0% das intenções é o Coronel Menezes (Patriota), cujos percentuais no mês anterior foram 1,7% e 2,6%.

Continua depois da Publicidade

Romero Reis (Novo) havia caído de 0,8% para 0,6% e hoje está com 1,0%. Os dois últimos lugares, Gilberto Vasconcelos (PSTU) e Marcelo Amil (PC do B), perderam, cada um, 0,2% entre o fim de setembro e a primeira semana de outubro. O candidato do PSTU está com 0,3% e o comunista com 0,1%.

O número de nulos e brancos vem decrescendo na pergunta estimulada, desde a nossa primeira pesquisa, no dia 1º de setembro, saindo de 15,9% para 12,8% no fim do mês passado, e alcançando agora 12,7%. Já os indecisos se mantêm praticamente sem grandes alterações: 4,1%, 4,4% e 4,6%.

A pesquisa foi executada com recursos próprios da Perspectiva e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número AM-09713/2020, com 1.000 entrevistas na cidade de Manaus, entre os dias 1º e 6 de outubro. A margem de erro é de 3,1%, para mais ou para menos, com grau de confiabilidade de 95%, o que significa dizer que se fossem feitas 100 entrevistas com a mesma metodologia, 95 estariam dentro da margem de erro prevista.

Continua depois da Publicidade

* Com informações da Assessoria de Imprensa