Amazonino vai implantar o Programa Renda Manaus e pagar R$ 300 para dar suporte às famílias da capital

Segundo ele a renda mínima será importante para dar suporte às famílias, especialmente nesse momento de crise.

Redação AM POST

O candidato a prefeito de Manaus pela Coligação Juntos Podemos Mais, Amazonino Mendes, reafirmou, em entrevista à TV Amazonas, na noite desta terça-feira (24/11), que pretende, se for eleito, implantar o Programa Renda Manaus, com R$ 300 mensais e vigência por quatro anos.
Amazonino disse que essa renda mínima será importante para dar suporte às famílias, especialmente nesse momento de crise em decorrência da pandemia de Covid-19, com o desemprego crescendo em Manaus. A capital amazonense tem a maior taxa de desempregados, 18,5%.
Ele explicou que os R$ 300 serão direcionados às 137 mil pessoas cadastradas no Programa Bolsa Família, que ficarão sem o auxílio emergencial do governo federal, já com data para encerrar no final do ano.
Amazonino destacou que, na área de educação, a sua principal meta de governo é a implantação de Escolas de Tempo Integral, com alimentação para os alunos e prática de esportes. Dessa forma, as mães e os pais vão poder deixar os filhos em segurança e bem cuidados, para poder trabalhar com tranquilidade.
Ao encerrar, ele se disse preparado para administrar Manaus, colocando sua experiência e capacidade de trabalho a serviço da construção de uma cidade melhor e mais humana.

Continua depois da Publicidade

Redes Sociais
Amazonino Mendes concorre à Prefeitura tendo como vice o presidente estadual do PODEMOS, deputado Wilker Barreto. Para acompanhar o candidato nas redes sociais, é só acessar: no Twitter (AmazoninoAM); no Facebook (AmazoninoAMendes); Instagram (amazoninomendes), YouTube (AmazoninoMendes) e pelo “Zap do Negão” (https://bit.ly/35DVMHM – 92.99304-1919).

* Com informações da assessoria de imprensa