Bola fora: pré-candidato a prefeito de Manaus, Alberto Neto escolhe vice ligado a velha política e envolvido em polêmicas

Orsine Junior é cria da velha política e tem o nome envolvido em diversas polêmicas, entre elas violência contra mulher.

Redação AM POST

O empresário Orsine Júnior (PMN) desistiu de ser candidato majoritário para se tornar vice na chapa do pré-candidato a prefeito de Manaus, Alberto Neto (Republicanos).

A informação foi divulgada por Alberto Neto nas redes sociais. O acordo foi fechado nesta madrugada. “Finalizamos agora uma reunião do partido Republicanos e definimos a nossa chapa. Orsine Junior vai disputar como vice-prefeito nessa chapa”, disse Alberto em vídeo publicado no Instagram.

Continua depois da Publicidade

https://www.instagram.com/p/CFJLLLepEZk/

Velha política
Orsine é cria da velha política e aliado do ex-governador Amazonino Mendes (Podemos), que também figura como pré-candidato a prefeito de Manaus. Ele é ex-presidente da Amazonastur, e figurou entre os ex-gestores públicos do Amazonas com contas reprovadas pelo presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) nos últimos oito anos.

Ele também trabalhou na campanha do ex-governador José Melo, cassado em 2017 por compra de votos nas eleições de 2014. Neste mesmo pleito Orsine foi acusado de divulgar pesquisa falsa favorecendo Melo.

Continua depois da Publicidade

Passado polêmico
O vice escolhido por Alberto Neto tem ainda o nome envolvido em diversas polêmicas que vão desde violência contra mulher a homicídio.

Em julho de 2016 ele foi denunciado por agressão física, pela ex-namorada Bruna Paes Barreto que o acusou de tê-la agredido dentro de um restaurante. A mulher contou ainda no Boletim de Ocorrência que, além de ter apanhado de Orsine Júnior, era frequentemente humilhada por ele dentro da Amazonastur.

Quando era secretário da Amazonastur na gestão de Amazonino em 1999, Orsine foi acusado de atropelar e matar o jovem José Aglailton da Conceição, na época com 19 anos, que voltava para sua casa localizada no bairro Monte Sinai, Zona Norte da cidade.

Continua depois da Publicidade

A vítima não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo enquanto estava sendo encaminhado ao hospital 28 de Agosto. Outras duas vítimas Ricardo Nilo Mafra (19), Pedro Taumaturgo Gomes (19) tiveram ferimentos leves no acidente.

Após vinte anos da morte de Aglailton, o autor do homicídio continua impune.