Candidato a reeleição é proibido de distribuir alimentos em Manacapuru

Em caso de descumprimento, Beto D’Angelo deverá pagar multa de R$ 100 mil.

Redação AM POST

O prefeito de Manacapuru, Beto D’Angelo (Republicanos), candidato à reeleição nas eleições municipais deste ano foi obrigado a suspender distribuição de 48 toneladas de produtos agrícolas à população carente por meio da Secretaria de Assistência Social do município (distante 68 quilômetros de Manaus).

A decisão é da juíza Scarlet Braga Barbosa, da 6ª Zona Eleitoral que atendeu representação encaminhada pelo Ministério Público ressaltando sobre lei de condutas proibidas a agentes públicos em período eleitoral.

Continua depois da Publicidade

Os documentos apresentados pela defesa foram considerados inconsistentes pela magistrada. Em caso de descumprimento, Beto D’Angelo deverá pagar multa de R$ 100 mil.