David Almeida deixa sem explicação denúncias que pesam sobre sua gestão no governo do AM, durante entrevista na TV Amazonas

Ele também se atrapalhou ao falar sobre o apoios.

Redação AM POST

Em entrevista à TV Amazonas, nesta segunda-feira (23/11), o candidato à Prefeitura, David Almeida (Avante), foi pressionado a responder sobre as denúncias que pesam sobre a sua curta gestão de quarto meses como governador interino – o superfaturamento de cirurgias e exames -, sem apresentar explicação convincente.

Continua depois da Publicidade

Ele também se atrapalhou ao falar sobre o apoio do deputado estadual Ricardo Nicolau, que no primeiro turno o acusou, em debate na TV, de superfaturar exames e cirurgias mas agora no segundo declarou apoio a sua candidatura.

Segundo David apoio não se pode recusar mas de forma contraditória, afirmou que não tem e não quer o apoio do governador Wilson Lima, que é investigado por compra superfaturada de respiradores em empresa de vinhos, durante o pico de pandemia de Covid-19. As evidências, entretanto, apontam para a ligação de ambos.

Na entrevista, David Almeida disseminou uma ‘fake news’, que ele tanto diz combater, ao dizer que as contas de 2018 do seu adversário na eleição, Amazonino Mendes (Podemos), não foram aprovadas. Ao contrário disso, Amazonino teve todas as contas das suas administrações já aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), inclusive as de 2018.

Continua depois da Publicidade