Em nova pesquisa, Amazonino abre 21,8 pontos de vantagem sobre David Almeida na disputa pela prefeitura de Manaus

Conforme o Instituto, 54,7% dos eleitores afirmaram que a intenção de voto é definitiva.

Redação AM POST

Candidato pela coligação “Juntos Podemos Mais”, o ex-governador Amazonino Mendes abriu uma vantagem de 21,8 pontos sobre o segundo colocado, alcançando 38,6% das intenções de voto, em pesquisa divulgada nesta sexta-feira (02/10). Segundo o Instituto Diário de Pesquisa (IDP), Amazonino vence todos os adversários, no primeiro e segundo turnos.

Amazonino (PODEMOS) tem 38,6% das intenções de voto, seguido do ex-deputado David Almeida (Avante) com 16,8%. Conforme o Instituto, 54,7% dos eleitores afirmaram que a intenção de voto é definitiva, ou seja, não estão dispostos a mudar de candidato.

Continua depois da Publicidade

Na pesquisa, o deputado federal José Ricardo (PT) aparece em terceiro lugar com 10,3%, seguido do ex-ministro Alfredo Nascimento (PL) e Coronel Menezes (Patriota) com 6,8% e 5,8%, respectivamente. Em quinto lugar está o candidato Capitão Alberto Neto (Republicanos), com 4,5%, seguido de Ricardo Nicolau com 4,3%. O vereador Chico Preto (DC) alcançou 2,1%; o empresário Romero Reis (Novo) tem 1,7% e o professor Gilberto Nascimento (PSTU) tem 0,8%. Marcelo Amil (PCdoB) ficou em último lugar, com 0,5%.

Votos nulos ou brancos representam 3,3% e 3,4% das pessoas abordadas responderam que não votariam. Com 1,2% estão os que não sabem ou não responderam e 0,2% responderam que não irão votar.

No segundo turno, o ex-governador Amazonino Mendes venceria todos os adversários diretos. Em uma simulação com o ex-deputado David Almeida, “Negão” alcançou a preferência de 50,5% contra 36,7%.

Continua depois da Publicidade

No cenário com José Ricardo no segundo turno, Amazonino Mendes venceria por 54,8%, contra 27,9%. O ex-governador teria 59,1% dos votos no embate com Alfredo Nascimento, que ficaria com 18,3% das intenções de votos. Em disputa com Alberto Neto, Amazonino alcançaria 58,8% dos votos contra 23%.

Conforme o instituto, foram ouvidos 1.200 eleitores em Manaus, entre os 29 de setembro e 1º de outubro. O nível de confiança da pesquisa é de 95%, e a margem de erro estimada é de 2,83 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) sob a inscrição de número AM-03762/2020.

* Com informações da Assessoria de Imprensa

Continua depois da Publicidade