Juíza acata pedido de Alberto Neto e manda Menezes retirar vídeo de apoio de Bolsonaro da propaganda eleitoral

Em caso de descumprimento a multa é de R$ 10 mil, a cada vez que a veiculação do vídeo for realizada.

Redação AM POST

O apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) virou motivo de discórdia entre candidatos a prefeitura de Manaus, isso porque o Capitão Alberto Neto (Republicanos) entrou com representação na Justiça eleitoral contra o rival bolsonarista Coronel Menezes (Patriota) para a retirada de sua propaganda na TV trecho em que o mandatário aparece declarando-lhe apoio.

“Quem confiar em você, pode ter certeza que não se arrependerá. Menezes, um abraço e até um dia, se Deus quiser”, diz o presidente em vídeo.

Continua depois da Publicidade

A juíza da propaganda eleitoral, Sana Oliveira, acatou o pedido e determinou a retirada imediata do trecho da propaganda de Menezes pois considerou que o tempo usado por Bolsonaro ultrapassa os 25% determinados para que um apoiador apareça.

“Vislumbra-se nitidamente participação de apoiador com relevo político capaz de influenciar, em tese, a vontade do eleitor, ocasião em que o Excelentíssimo Senhor Presidente da República, dos 16 segundos de propaganda, discursa durante 5 segundos, totalizando cerca de 31% de participação na inserção”, diz a juíza.

Em caso de descumprimento a multa é de R$ 10 mil, a cada vez que a veiculação do vídeo for realizada.

Continua depois da Publicidade