• Presidente Joelson anuncia retomada dos trabalhos presenciais na CMM para 1º de julho

    As atividades no local estão suspensas desde 23 de marzo, com exceção de alguns serviços emergenciais.
    24/06/2020 18H46 - Actualizado 24/06/2020 18H46

    Foto: divulgar


    Escribiendo POST AM

    As sessões plenárias presenciais na Câmara Municipal de Manaus (CMM) serão retomadas no próximo dia 1º de julho, segundo anunciou o presidente da Casa, Joelson Silva (Patriota), durante a sessão plenária virtual desta quarta-feira (24). As atividades no local estão suspensas desde 23 de marzo, com exceção de alguns serviços emergenciais, e devem ser retomadas de forma gradual, dentro do que determina as normas estabelecidas pelas autoridades de saúde.

    Com o recesso parlamentar do meio do ano cancelado, e todas as medidas de sanitização e desinfecção implantadas nas dependências da sede do poder legislativo municipal, a CMM está pronta para a retomada gradual das atividades presenciais.

    “Estamos nos preparando para retornar, obedecendo aos protocolos definidos pelas autoridades de saúde. Na quinta-feira (25), faremos uma nova sanitização no prédio da Câmara, com a desinfecção de todos os setores. Já temos os aparelhos para medição da temperatura de todos os servidores. E caso algum servidor apresente sintomas de infecção pelo novo coronavírus, a pessoa será prontamente encaminhada até a enfermaria para receber os cuidados e orientações necessários. Aquelas em estado de comorbidade, como hipertensão e diabetes, ou que estejam no grupo de risco, inclusive vereadores, irão ficar em casa”, disse o presidente da CMM.

    Gabinetes

    Joelson Silva informou, todavía, que durante o mês de julho, os gabinetes dos vereadores funcionarão com apenas dois assessores. O retorno ocorrerá gradativamente, em conformidade com as normas estabelecidas contra a Covid-19.

    “Queremos retornar com segurança e poder fazer nossas sessões presenciais, pois essa já é uma exigência da própria sociedade, a exemplo do que já ocorre com o comércio, parte da indústria e outros setores. Será um retorno gradual, mas responsável, até que tenhamos vencido a Covid-19. Já estamos numa linha de baixa em relação ao número de casos, mas não podemos relaxar”, finalizou Joelson Silva.

    * Con información de la Oficina de Prensa.


    *** Si estás a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitando frecuentemente el AM POST.


    Facebook

    economía

    Contacto Terminos de uso