• Terceira parcela de R$200 é repassada a beneficiários do programa “Apoio Cidadão” no Amazonas

    A iniciativa contempla famílias em situação de extrema pobreza na capital e no interior do Estado.
    26/06/2020 19h34 - Actualizado 26/06/2020 21h18

    Foto: divulgar


    Escribiendo POST AM

    El gobierno de Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), fez o repasse, este Viernes (26/06), da terceira e última parcela do auxílio emergencial do programa “Apoio Cidadão”. Lançado no dia 17 de abril pelo governador Wilson Lima, a iniciativa contempla famílias em situação de extrema pobreza na capital e no interior do estado, como forma de reduzir danos e riscos no contexto da pandemia provocada pela Covid-19.

    O “Apoio Cidadão” beneficiou um total de 50 mil famílias, siendo 25 mil em Manaus e outras 25 mil nos 61 municípios no interior. Os três depósitos no valor de R$ 200 (abril, maio e junho), totalizando R$ 600, estão permitindo que as pessoas em situação de extrema pobreza tenham acesso a produtos da cesta básica e itens de higiene pessoal e limpeza no comércio local.

    “Essa é a forma que o governador Wilson Lima encontrou para beneficiar aquelas pessoas em situação de extrema vulnerabilidade e que estão sendo duramente afetadas nesse momento. É uma iniciativa que está fazendo a diferença na vida de muita gente”, destacou a titular da Seas, Maricília Costa.

    Os dados para a geração da relação dos beneficiários do “Apoio Cidadão” foram extraídos do Cadastro Único para programas sociais (CadÚnico do Governo Federal), que é a porta de entrada para a concessão de qualquer benefício governamental.

    Além de garantir segurança alimentar e reduzir danos, o programa ainda movimenta a rede comercial dos municípios com a compra de produtos pela população.

    * Con información de la Oficina de Prensa.


    *** Si estás a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitando frecuentemente el AM POST.


    Facebook

    economía

    Contacto Terminos de uso