Como ganhar dinheiro com MMA

Conhecendo os nomes mais promissores para o ano que se inicia, você pode fazer suas apostas com mais chance de acerto.

O MMA é um dos esportes que mais crescem no mundo. Mesmo num ano atípico como 2020, a modalidade nos proporcionou grandes momentos. 2021, então, promete ser ainda melhor. Há vários nomes chegando, outros se afirmando e alguns, ainda, fazendo seu retorno. O fato é que tem muita coisa interessante vindo por aí. E, pra quem quer aprender como ganhar dinheiro com MMA, isso é uma grande oportunidade. Conhecendo os nomes mais promissores para o ano que se inicia, você pode fazer suas apostas com mais chance de acerto. E, também, ficar na torcida: há vários brasileiros entre eles. Veja, abaixo, alguns lutadores que merecem atenção. Vamos lá?

Como ganhar dinheiro com brasileiros no MMA
O Brasil já foi o país mais dominante nas artes marciais mistas. Hoje, não detém mais esta hegemonia, mas ainda merece muito destaque. Atualmente, os atletas tupiniquins são donos de 3 cinturões no UFC e 4 no Bellator, os dois principais eventos do mundo. Não é pouca coisa, né? Pois saiba que, até o fim do ano, podemos ter ao menos mais 2 campeões mundiais brasileiros. Bóra conhecer um pouco mais sobre estes atletas?

Continua depois da Publicidade

Amanda Nunes
A Leoa é a dona dos cinturões dos pesos Galo e Pena. Ela já derrotou – e com autoridade – todas as ex-campeãs de ambas as categorias. É a única pessoa na história a ter alcançado tal feito. Para completar, também já bateu duas vezes Valentina Shevchenko, a campeã extremamente dominante do Peso Mosca. Essas façanhas a credenciam como a maior atleta de MMA de todos os tempos no feminino. E, talvez, a mais bem sucedida mesmo se incluirmos os homens na discussão. Sua superioridade é tanta que, com apenas 32 anos, ela já pensa em se aposentar. Mas, se for por falta de competição, ainda não é a hora: Kayla Harrison está chegando como a promessa de um grande desafio.

Charles Oliveira
Aos 31 anos, do Bronx está no seu auge e muito próximo do cinturão. Mesmo detendo recordes como Mais Finalizações e Mais Performances da Noite da história do UFC, entre outros, até pouco tempo ele não era considerado um postulante ao título. Porém, sua sequência de 8 triunfos mudou tudo. Ainda mais considerando o último deles: uma vitória maiúscula e extremamente dominante sobre o fortíssimo Tony Ferguson. Seu próximo compromisso deve ser valendo a cinta, e qualquer que seja o adversário, ele está muito bem preparado.

Deiveson Figueiredo
O Deus da Guerra é tudo que se espera de um campeão: extremamente qualificado, muito frequente e bastante carismático. Cada vez que entra no octógono, dá um show. Além disso, o paraense conseguiu o que nem os campeões anteriores, as feras Demetrious Johnson e Henry Cejudo, foram capazes. Ele trouxe graça e reviveu uma categoria de peso que estava quase sendo extinta do UFC por ser considerada pouco atrativa. Todo mundo está louco para ver Deiveson em ação novamente.

Continua depois da Publicidade

Gilbert Burns
Não se deixe enganar pelo nome: o “Durinho” é brasileiro e, em breve, vai lutar pelo cinturão contra seu ex-companheiro de treino, Kamaru Usman. Em grande fase, o carioca acredita que tem as armas para vencer o nigeriano. E, a julgar pelo que vimos de suas performances mais recentes, não há motivos para duvidar.

Marcus Almeida
“Buchecha” é um dos maiores de todos os tempos no Jiu-Jitsu. Forte, rápido e técnico, ele coleciona inúmeros títulos mundiais na Arte Suave e em modalidades relacionadas. Almeida vem falando em fazer a transição para o MMA desde 2015, mas deve estrear apenas este ano.
Os fãs estão ansiosos para ver como será o desempenho de Buchecha no cage.

Continua depois da Publicidade

Alex Pereira
Sabe o Israel Adesanya, campeão dos Médios do UFC? Que tem 20 vitórias e nenhuma derrota no esporte? Considerado um dos melhores strikers do MMA, senão o melhor? Que também era campeão do Glory? Esse cara foi nocauteado não uma, mas duas vezes pelo nosso “Poatan” em lutas de kickboxing. O brasileiro é apenas um iniciante no MMA, mas até onde pode chegar o homem que “tirou o nigeriano pra nada”? Em 2021, vamos começar a descobrir.

Como ganhar dinheiro com estrangeiros no MMA
Se só no Brasil há tantos atletas promissores – isso que mencionamos apenas alguns -, imagine no resto do mundo. Tem muita gente boa vindo aí. Mas como você é brasuca e provavelmente tenha mais interesse nos lutadores locais, selecionamos apenas dois estrangeiros para completar a lista. Que são os seguintes:

Continua depois da Publicidade

Khamzat Chimaev
Esse cara é impressionante. Invicto em suas 9 lutas profissionais de MMA (e em mais 3 amadoras), ele já acumula façanhas que beiram o inacreditável. Nenhuma luta sua passou do segundo round, por exemplo. O Lobo estreou no UFC dia 16/7/20, lutou novamente 10 dias depois e, em 19/9/20, conquistou sua terceira vitória no maior evento do mundo. Um recorde absoluto. Pra completar, nessas três lutas, absorveu apenas um golpe. Dá pra acreditar? É verdade que ainda não enfrentou nenhum adversário top de linha. Mas nem os melhores de todos os tempos alcançaram feitos minimamente parecidos em seus confrontos iniciais. Possivelmente, nem nos seus auges. Não há quem olhe para o jovem checheno e não o considere um talento incrível. Ele é, provavelmente, o homem que os fãs hardcore mais desejam ver em ação.

Kayla Harrison
Kayla é bicampeã olímpica de judô, o que já mostra seu nível de comprometimento, determinação e, obviamente, qualidade técnica. Em 2018, fez sua estreia no MMA e ainda não perdeu: após 8 lutas, segue invicta. Com mais alguma experiência, pode se mostrar um desafio à altura da sua companheira de treino, Amanda Nunes. Não dá pra cravar se ela será campeã algum dia ou não. Mas pode ter certeza que, qualidade pra isso, ela tem de sobra.

Onde apostar
Agora que você já sabe em quem apostar, que tal falarmos sobre onde? Uma ótima opção é a Bet365, mas as alternativas abaixo também são excelentes:

SpinSports
Betway
Betfair
Rivalo
188bet
Instabet
1xBet
Sportingbet

Boas apostas!