Famosos

Alexandre Frota poderia ter salvado a vida de Daniella Perez; entenda

Série documental “Pacto Brutal”, trouxe de novo à tona o assassinato da atriz ocorrida nos anos 90.


Redação AM POST

O ator e deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) é uma das personalidades ouvidas na série documental “Pacto Brutal”, que trouxe de novo à tona o assassinato da atriz Daniella Perez, e um detalhe singular que poderia ter mudado o curso da história e salvado a vida da jovem chama a atenção.

Continua depois da Publicidade

O assassino Guilherme de Pádua e Daniella se conheceram durante o trabalho na novela “De Corpo e Alma”, escrita por Gloria Perez, mãe da atriz, que interpretava Yasmin. Já Guilherme vivia Bira, personagem que inicialmente foi escrito para Alexandre Frota. Segundo é exposto na própria série documental, Frota não pôde participar da produção e o papel foi entregue ao ator que, pouco tempo depois, mataria Daniella Perez.

“Sempre falo para as pessoas: se eu tivesse feito a novela, a história teria sido diferente”, disse ele ao Splash, do UOL.

Visivelmente emocionado, ele deu uma declaração forte. “Daniella estaria viva e nada disso teria acontecido. Infelizmente, vários fatos ocorreram e o Guilherme acabou fazendo esse personagem e cometendo esse crime brutal, esse assassinato que até hoje não dá para aceitar”, desabafa.

Continua depois da Publicidade