Ator Chadwick Boseman, de Pantera Negra, morre de câncer aos 43 anos

Ele nunca tinha comentado publicamente sobre sua doença.

Ansa

Morreu nesta sexta-feira (28), aos 43 anos, o ator americano Chadwick Boseman, protagonista de “Pantera Negra“, primeiro super-herói negro da Marvel.

Boseman lutava contra um câncer no cólon havia quatro anos, mas nunca tinha comentado publicamente sobre sua doença.

Continua depois da Publicidade

“É com dor imensurável que confirmamos a morte de Chadwick Boseman. Chadwick havia sido diagnosticado com câncer de cólon de estágio 3 em 2016 e batalhou contra isso pelos últimos quatro anos, enquanto a doença evoluiu para o estágio 4”, diz uma mensagem postada nas redes sociais do artista.

“Ele morreu em sua casa, com sua esposa e sua família a seu lado. A família agradece a vocês pelo amor e pelas orações e pede que vocês continuem respeitando sua privacidade durante esse momento difícil”, acrescenta o comunicado.

Segundo a família, o ator gravou vários filmes “durante e entre incontáveis cirurgias e quimioterapias”. O comunicado chama Chadwick de “verdadeiro lutador” e diz que foi a “honra de sua carreira” interpretar o rei T’Challa em “Pantera Negra”.

Continua depois da Publicidade

Ambientado no reino africano fictício de Wakanda, o longa é o primeiro protagonizado por um super-herói negro no universo Marvel e também o primeiro tirado de HQs nomeado ao prêmio de melhor filme no Oscar, tendo arrecadado mais de US$ 1 bilhão mundo afora.

“Coração partido. Meu amigo e companheiro Bison Chadwick Boseman era um tipo brilhante, gentil, erudito e humilde. Ele nos deixa muito cedo, mas sua vida fez diferença. Envio minhas sinceras condolências à família”, escreveu no Twitter a senadora Kamala Harris, candidata a vice-presidente dos Estados Unidos na chapa de Joe Biden.

A última postagem de Boseman nas redes sociais foi uma foto com Harris, que é a primeira mulher negra a concorrer ao cargo de vice-presidente.

Continua depois da Publicidade