Brad Pitt é acusado de estelionato por supostamente receber para comparecer a eventos

A denunciante exige uma indenização em R$ 560 mil.

O ator Brad Pitt está sendo processado por uma empresária da Texas, nos Estados Unidos, sob a acusação de estelionato. De acordo com Kelli Christina, o ator de Hollywood teria recebido R$ 224 mil em doações para a instituição de caridade que ele mantém em troca de comparecer a eventos aos quais nunca foi.

De acordo com o Daily Mail, Kelli alega que Brad entrou em contato para arrecadar fundos à Make It Right, uma instituição que ajuda na reconstrução do 9º Distrito de Nova Orleans (Luisiana) desde a passagem do furacão Katrina, em 2005. A empresária afirma que deu bastante dinheiro ao ator para que ele marcasse presença nos eventos de sua empresa de cuidados médicos, mas ele sempre dava desculpas e não conseguia ir.

Kelli Christina afirmou que os dois chegaram a ficar próximos e o ator confessou até questões sobre seu casamento com Angelina Jolie. Os advogados da defesa de Brad Pitt trabalham com a hipótese de que a empresária foi vítima de um golpista que se passou pelo famoso.

Continua depois da Publicidade

Brad nega ter se comunicado com Christina e afirma que nunca pediu pagamentos e nem autorizou ninguém a fazê-los em seu nome. Ela pede US$ 100 mil, que equivale a R$ 560 mil por quebra de contrato e fraude na tentativa de recuperar o seu dinheiro.

Fonte: PLeno.News