Justiça condena ex-marido de Luiza Brunet por agressão

As agressões lhe resultaram em quatro costelas quebradas.

A modelo Luiza Brunet usou as redes sociais para comemorar a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) sobre a denúncia feita contra seu ex-marido, o empresário Lírio Parisotto. Em 2016, ela acusou Lírio de agressão enquanto eles estavam nos Estados Unidos, o que resultou em quatro costelas quebradas.

O empresário foi condenado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, mas recorreu da decisão perdendo novamente na segunda instância em 2019. O ex-marido de Brunet apresentou um novo recurso ao STJ, que confirmou a condenação por unanimidade nesta quarta-feira (16).

– O STJ disse que Lírio praticou efetivamente o crime contra Luiza e que este tipo de atitude é repugnante – explicou o advogado responsável pela defesa da modelo, Pedro Egberto da Fonseca Neto.

Continua depois da Publicidade

Luiza Brunet destacou a importância de confiar na Justiça e de denunciar qualquer tipo de violência. A modelo explicou na postagem que Lírio Parisotto “até pode insistir na interposição de recursos, como lhe faculta a lei, mas, com esse julgamento, a Justiça Brasileira reitera, de maneira contundente, que a agressão contra mulher é crime e merece reprimenda a altura”.

– Não importa a classe social, tampouco o poder que o agressor acredite ter. No fundo, agressores de mulheres são sempre covardes. Temos sempre que acreditar na Justiça e denunciar a violência sofrida, para que outros agressores sejam condenados também, como ele foi. A luta é difícil e longa, mas não vamos desistir de lutar pelos nossos direitos.

Fonte: Pleno.News

Continua depois da Publicidade