Justiça nega pedido de Xuxa para tirar Sikêra Jr. do ar

Juiz entendeu que o pedido da apresentadora extrapola os limites da liberdade de expressão.

Redação AM POST

O pedido de Xuxa Meneghel para tirar do ar o programa Alerta Nacional, apresentado por Sikêra Jr., foi negado em primeira instância pela Justiça do Estado de São Paulo. A rainha dos baixinhos foi chamada de pedófila pelo apresentador por ter protagonizado o filme Amor Estranho Amor (1982) e pediu na Justiça a cassação do título de jornalista do apresentador, bem como sua demissão da RedeTV!, além de uma indenização de R$ 500 mil.

De acordo com o site “Notícias da TV”, o juiz César Peixoto entendeu que a liminar não tinha argumentos suficientes para banir a atração e que o pedido de Xuxa extrapola os limites da liberdade de expressão. Alem disso o magistrado também não aceitou o pedido para que o processo tramita-se em segredo de justiça.

Continua depois da Publicidade

“Processe-se o recurso, sem efeito suspensivo, diante da ausência de plausibilidade dos argumentos articulados, sobretudo porque eventual exagero do conteúdo das informações/reportagens dependeu de avaliação futura e mais aprofundada, sem embargo da possibilidade, em tese, da retirada do programa do ar, sob pena de censura prévia”, diz um trecho da decisão.

Xuxa Meneghel recorreu da decisão no início da noite de quinta-feira (19).

Crítica
A apresentadora foi citicada nas redes sociais pelo dono da RedeTV!, Marcelo de Carvalho, após a decisão judicial.

Continua depois da Publicidade

“É incrível a arrogância dessa Xuxa e outros que estão parados no tempo em que uma emissora mandava no Brasil. #Decadentes. Recomendo a eles a leitura do ótimo ‘Declínio e Queda do Império Romano’de Edward Gibbon”, escreveu.