Sobrinho de Bolsonaro é acusado de agredir e morder namorado da ex

Orestes Bolsonaro invadiu casa onde casal dormia com arma e um pedaço de madeira e acertou a cabeça do rapaz.

Orestes Campos Bolsonaro, sobrinho do presidente Jair Bolsonaro, é acusado de ter agredido, mordido e ameaçado de morte um homem de 33 anos. Os crimes teriam ocorrido porque a vítima é o atual namorado da ex de Orestes.

Em entrevista ao portal G1, o homem, que preferiu não se identificar, relatou que dormia com a namorada na casa dela, quando ouviu alguém entrando na residência, localizada em São Paulo. Segundo ele, Orestes, armado com um pedaço de madeira, tentou lhe dar um golpe na cabeça.

Ele afirma que conseguiu se defender da pancada, mas, ainda assim, foi atacado diversas vezes, inclusive com mordidas. “Ele também sacou uma arma e atirou dentro da residência, sem se preocupar com os filhos, que também estavam na casa”, diz a vítima. Ninguém foi baleado.

Continua depois da Publicidade

A mulher apanhou o filho pequeno do casal e fugiu da residência, conseguindo abrigo na casa de amigos. O homem agredido também conseguiu escapar de Orestes e se escondeu em outra casa. “A todo tempo, me jurou de morte, dizendo que se não fosse agora, seria depois”, contou ao G1.

No dia seguinte, o homem agredido voltou para Eldorado, onde mora, e acabou encontrando Orestes em um mercado. “Achei que ele ia me pedir desculpas, porque meu pai tinha conversado por telefone com ele à noite e ele se mostrou arrependido. Em cidade pequena, todo mundo se conhece”, contou a vítima.

Porém, nova confusão teve início. Desta vez, o homem agredido revidou as agressões de Orestes. O caso foi registrado como lesão corporal, injúria, ameaça e dano. A Delegacia de Eldorado deve investigar.

Continua depois da Publicidade

Fonte: G1