A que viestes, David?

Lamentavelmente o começo desta administração, não mostra a postura digna de quem acaba de ser eleito para liderar a cidade mais sofrida por causa desta pandemia.

Hugo Guimarães

O Amazonas vive um dilema desde o início da pandemia. Temos problemas sérios, entre eles, uma herança maldita na saúde.

Continua depois da Publicidade

Agora, em meio ao crescente problema que envolve tempo chuvoso, umidade altíssima e tudo que pactua para a proliferação da Covid-19, eis que aparece o novo prefeito de Manaus, David Almeida, com demonstrações de boas intenções e trabalho diuturno no combate à doença.

Porém, ao assumir a gerência da distribuição e aplicação das vacinas, surgem de todos os lados, denúncias de que há grupos selecionados para receberem a primeira dose, em detrimento aos grupos que merecem, de fato e de direito, serem imunizados. Uns porque estão na linha de frente, outros por idade, ou fazerem parte de grupos de alto risco, mas não é o que vemos.

Jovens filhos de políticos e empresários sendo imunizados antes do grupo prioritário. Em uma live, o prefeito disse que ninguém mais pode publicar nada sobre vacinação – selfies e coisas do tipo – como se isto fosse o problema.

Continua depois da Publicidade

Lamentavelmente o começo desta administração, não mostra a postura digna de quem acaba de ser eleito para liderar a cidade mais sofrida por causa desta pandemia.

A que viestes, David? Quais foram os pactos com estes “escolhidos” para que idosos, médicos e enfermeiros da linha de frente no combate a pandemia ficassem em segundo plano na hora de receberem a vacina?

Continua depois da Publicidade

São perguntas simples que a população precisa das respostas. Será que nem mesmo com tanta exposição a vergonha não minimiza a soberba? Será mesmo o prefeito de Manaus um cidadão temente a Deus, ou é mais um demagogo que esta apenas começando? Em tempo as respostas surgirão!