Carlos Almeida se filia ao PSDB de Arthur Neto que já o acusou de ter ligação com o tráfico de drogas

Em um passado não muito distante os dois já trocaram farpas e acusações.

Redação AM POST*

O vice-governador do Amazonas, Carlos Almeida, se filiou nesta segunda-feira (24) ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), comandado em Manaus pelo o ex-prefeito da capital, Arthur Neto. Em um passado não muito distante os dois já trocaram farpas e acusações.

Continua depois da Publicidade

Em 2019, por exemplo, durante coletiva de imprensa, o então prefeito de Manaus acusou Carlos Almeida de dá ‘passe-livre’ a traficantes ao defender membros de uma facção criminosa ligada ao tráfico de drogas, quando atuava como defensor público.

“Eu sempre fui muito crítico, mas eu não faço nenhuma crítica desprovida de fundamentos. Quando eu disse que o vice-governador (Carlos Almeida) defendeu aquela obra do tráfico de drogas ali na Cidade das Luzes (nome dado a uma invasão no bairro Tarumã, na zona oeste de Manaus), é verdade. Ele estava lá, era o mais adiantado de todos, e não era inocente, não era criança, já era uma figurinha grande”, disparou o prefeito em coletiva de imprensa.

Confira:

Continua depois da Publicidade

Na época, Após a afirmação, Carlos Almeida Filho rebateu Arthur, dizendo que ele estava tendo “devaneios” e fez a declaração apenas para fugir da explicação do preço da parada de ônibus de R$ 207 mil que a Prefeitura de Manaus construiu na Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus, e que deveria sair por cima como Pelé e respeitar a própria história.

Veja a resposta de Almeida:

Continua depois da Publicidade

Trama
Na edição da revista Veja desta semana, o colunista Robson Bonin, da coluna Radar, diz que o motivo do interesse do PSDB pelo vice-governador é o possível afastamento do governador Wilson Lima (PSC) do cargo. De acordo com o colunista, Lima deve virar réu no STJ (Superio Tribunal de Justiça) nos próximos dias.

Apesar de Almeida Filho ser um dos denunciados pela Procuradoria Geral da República no mesmo processo, as apostas do PSDB são de que ele se livre da denúncia, com base no relatório da Polícia Federal que o favorece.

Continua depois da Publicidade