Fatos e Versões

Chamado de oportunista, Menezes tenta ‘surfar’ na onda da liberação de licença para reconstrução de trecho da BR-319

O militar que não ocupa nenhum cargo foi para Brasília receber licença prévia para reconstrução da rodovia.


Redação AM POST

O coronel reservista e ex-superintendente da Suframa, Alfredo Menezes Júnior (PL), pré-candidato ao Senado Federal, que atualmente só ocupa o cargo de amigo do presidente Jair Bolsonaro (PL), se colocou como uma autoridade do Amazonas e foi para Brasília receber das mãos do ministro Marcelo Sampaio uma cópia do licença prévia para reconstrução da BR-319, trecho do meio, emitida nesta quinta-feira, 28, pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e entregue ao Ministério de Infraestrutura.

Continua depois da Publicidade

Chamado de oportunista e intrometido por críticos no Amazonas, Menezes usa da amizade com o presidente para se colocar em encontros e reuniões importantes em Brasília, sendo que ele não ocupa nenhum cargo público.

Nem mesmo o governador do Amazonas, Wilson Lima (UB), esteve em Brasília para receber o documento.

“Acabei de receber a licença prévia para reconstrução da BR-319, trecho do meio. Com esta licença, em primeira mão, vai iniciar o processo de licitação para a construção das três primeiras pontes vindo de Porto Velho (RO) para Manaus (AM), localizado no trecho do meio de 400 quilômetros. Mais um objetivo do governo Bolsonaro que está sendo alcançado. Amazonas rumo ao futuro”, disse ele.

Continua depois da Publicidade

View this post on Instagram

Continua depois da Publicidade

A post shared by Coronel Menezes (@coronel.menezes)

Continua depois da Publicidade