CPI da Maus Caminhos é desarquivada na Aleam e tem Amazonino, Omar e Melo como alvos

A “Operação Maus Caminhos”, apontou desvio de dinheiro público da saúde a empresas contratadas tanto pelo Governo Estadual quanto pela Prefeitura de Manaus.

Um grupo de deputados influentes na Assembleia Legislativa do Estado (ALE/AM) decidiu desarquivar a “CPI da Maus Caminhos” que tem como alvo três figuras conhecidíssimas no Amazonas: o governador cassado José Melo (Pros), o senador Omar Aziz (PSD) e o governador eleito Amazonino Mendes (PDT). O plano é ressuscitar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) ainda em setembro. Na semana passada, o grupo teve uma reunião reservada para tratar do assunto.

Na análise feita pelos parlamentares, empresas ligadas a apoiadores de Amazonino podem ser atingidas.

Continua depois da Publicidade

O interesse súbito dos deputados pela apuração de desvios de recursos na saúde do Estado se dá um ano após a Polícia Federal, Ministério Público Federal (MPF) e Controladoria Geral da União (CGU) terem deflagrado a “Operação Maus Caminhos”, que apontou desvio de dinheiro público da saúde a empresas contratadas tanto pelo Governo Estadual quanto pela Prefeitura de Manaus.

Redação AM POST