Deltan comemorou derrota de Vanessa na eleição de 2018: “Graziotin fora”

Mensagens reveladas pela CNN Brasil mostram que coordenador da Lava Jato celebrou derrota da então senadora pelo Amazonas.

Redação AM POST

A derrota da senadora Vanessa Grazziotin, do PCdoB do Amazonas, nas eleições de 2018 foi comemorada pelo coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol. A informação é do jornalista Caio Junqueira, publicada com exclusividade pela CNN Brasil.

Continua depois da Publicidade

A reportagem teve acesso a diálogos obtidos do grupo do Telegram ‘Filhos de Januario’, composto por integrantes da força-tarefa. Deltan comemorou vários resultados contra a esquerda e festejou a ida ao segundo turno de Wilson Witzel, hoje afastado do Governo do Rio de Janeiro, réu no STJ e alvo de processo de impeachment.

“Vamos relacionar as notícias boas. 1. Beto Richa fora 2. Requião fora 3. Delcidio fora 4. Filhos de Cabral e Cunha fora 5. Witzel indo pro 2º no RJ 6. Lindbergh fora 7. Dilma fora 8. Pimentel fora 9. Graziotin fora”, disse Dallagnol em diálogo divulgado pela CNN.

Na época, Vanessa foi a quinta colocada, tendo recebido 373.948 mil votos. No cargo desde 2011, a ex-senadora perdeu a vaga para o então vereador Plínio Valério (PSDB), que recebeu 834.809 mil votos, o maior quantitativo do eleitorado para a vaga no Senado, e para o senador Eduardo Braga (MDB), que foi reeleito.

Continua depois da Publicidade