Deputada Alessandra Campêlo deve deixar Aleam para comandar Seas

O suplente da vaga da deputada na Aleam é o ex-prefeito de Itacoatiara, Angelus Figueira.

Redação AM POST

A deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB) está prestes a deixar o mandato na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) e deve assumir o comando da Secretaria Estadual de Assistência Social (Seas) e substituir a assistente social Maricília Teixeira da Costa, que está no cargo desde maio de 2020. A ação é vista como uma preparação para as eleições de 2022.

Continua depois da Publicidade

De acordo com informações de bastidores, Alessandra Campêlo, preparou o terreno a longo prazo para não correr riscos ao sair da Aleam. Ela deve ser nomeada e tomar posse na pasta na próxima semana.

Caso a deputada deixe o parlamento para comandar a Seas, sua vaga ficará para o suplente Ângelus Figueira (PSC), que é ex-prefeito de Itacoatiara.

A reportagem do AM POST entrou em contato com Alessandra Campêlo, por meio de sua assessoria de imprensa, que não confirmou nem negou a informação.

Continua depois da Publicidade

Nos bastidores políticos, a parlamentar estaria perdendo força no partido Movimento Democrático Brasileiro (MDB) e deve deixar a legenda para se lançar no próximo ano como candidata a uma das oito vagas de deputado federal ou a vaga que será aberta no Senado, com o fim do mandato do senador Omar Aziz (PSD).

Estando no comando da Seas, que é responsável por todas as políticas públicas de assistência social do Estado, Alessandra estaria diretamente em contato com os eleitores que podem lhe garantir uma vaga em Brasília.

Continua depois da Publicidade