Deputado dos 5%, Saullo Vianna tenta atrapalhar eleição da Mesa Diretora na Aleam

Ele está entre os parlamentares que integram a chapa perdedora, indicada pelo governo Wilson Lima, e querem barrar eleição de Roberto Cidade (PV) a presidente da Aleam.

Redação AM POST

O deputado estadual Saulo Vianna (PTB), está entre os parlamentares que integram a chapa perdedora, indicada pelo governo Wilson Lima, e entraram com pedido de mandado de segurança contra eleição para nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas, realizada na última quinta-feira (3) e escolheu Roberto Cidade (PV) como presidente da Aleam. O pedido atendido pelo desembargador Wellington José de Araújo foi impetrado também por Alessandra Campêlo (MDB) e Belarmino Lins (PP), que compõe a base do governo na casa.

Continua depois da Publicidade

Vale lembrar que Saullo Vianna já foi preso em 2018 acusado de corrupção. Alem disso é um dos nomes de deputados estaduais que aparecem na lista escrita à mão com a cifra de 5%, encontrada dentro do gabinete do governador, Wilson Lima (PSC) durante busca e apreensão realizada pelos investigadores da operação Sangria, deflagrada pela PF e que apura um esquema de corrupção na compra superfaturada de 28 respiradores pulmonares feita pelo Governo do Amazonas em uma loja de vinhos, durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), no Estado.

O parlamentar também votou para livrar Wilson Lima e seu vice Carlos Almeida de processo de impeachment deflagrado na Aleam.

Atualmente ele é alvo da operação Ponto de Parada, que investiga desvios de recursos públicos desatinados ao transporte escolar e cumpre quatro mandados de prisão temporária além de 11 de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara Criminal da Justiça Federal do Amazonas.

Continua depois da Publicidade