Gestores precedem queda de Wilson Lima e preparam secretarias para possível transição de governo

Governo do AM é investigado por supostas fraudes e desvios de dinheiro na compra de respiradores para atender casos de Covid-19 no Estado.

Redação AM POST

O secretários do governo do Amazonas estão atentos e realizando reuniões entre si para alinhamento e organização dos trabalhos, aguardando um possível afastamento do governador, Wilson Lima (PSC), por causa das investigações da Operação Sangria, sobre supostas fraudes e desvios de dinheiro na compra de respiradores para atender casos de Covid-19 no Estado. A informação é do colunista Alex Braga que afirma ter ouvido uma fonte que pediu para não ser identificada.

Segundo o jornalista um áudio enviado a ele mostra que em uma das reuniões foi pedido a organização de todos os departamentos da Secretaria Estadual de Assistência Social (Seas), desde o Bolsa Família até o acolhimento, para que caso haja alguma transição de governo tudo esteja regularizado.

Continua depois da Publicidade

“Um dia desses teve uma reunião com os diretores, pois qualquer hora o Wilson pode cai fora. Então, a reunião foi para deixar ajeitado os setores já que a qualquer hora Wilson Lima pode sair”, revelou a fonte.