O portal de notícias da Amazônia



Fiscaliza Parlamento

Deputado Wanderley Monteiro é campeão em projetos sem relevância e baixa produtividade na Aleam

Em seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa o deputado vem chamando atenção por ser autor de projetos sem relevância para o cidadão comum.

  • Por AM POST

  • 20/10/2023 às 18:33

  • Leitura em cinco minutos

Notícias do Amazonas – O deputado estadual Wanderley Monteiro (Avante), que exerce o seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), vem chamando atenção por ser autor de projetos de lei sem relevância para o cidadão comum, ter baixa produtividade no Parlamento, se comparado a maioria dos outros parlamentares e por acumular um número elevado de faltas de fevereiro a outubro deste ano.

Monteiro é ex-vereador e foi eleito para assumir uma das 24 cadeiras na Casa Legislativa, nas eleições de 2022, quando obteve 17.787 votos (0,90%).

PUBLICIDADE

Segundo um relatório extraído pelo Portal AM POST do ‘Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL), no site da Aleam, o Parlamento Estadual já realizou até o momento 98 sessões ordinárias e 21 ‘Ordens do Dia’, que se refere ao momento em que os deputados votam projetos de lei e outras matérias legislativas.

No relatório não consta a última ausência do parlamentar, registrada no dia 18 de outubro.

Do total de sessões, segundo as informações consultadas pela reportagem do AM POST, Wanderley já esteve ausente em 26 sessões ordinárias e em seis ordens do dia. Ele esteve presente em 72 sessões, das 98 realizadas na atual Legislatura e participou de apenas quinze reuniões de votações.

PUBLICIDADE

O deputado só perde em número de faltas para a deputada Mayara Pinheiro (Republicanos) que tem 29 faltas no mesmo período.

Em todos os meses do ano, o deputado faltou sessões. No primeiro mês de trabalho na Aleam, o deputado faltou duas vezes, sendo nos dias 16 e 28; no mês seguinte faltou quatro sessões, registradas nos dias 1º, 2, 8 e 15. Já em abril voltou a se ausentar duas vezes, dias 18 e 20.

PUBLICIDADE

No mês de maio, o político faltou quatro dias de trabalho: 2, 3, 4 e 25; em junho registrou ausência nos dias 13, 14 e 27; em julho faltou no dia 5; no mês de agosto faltou novamente quatro vezes, sendo nos dias 3, 10, 17 e 30. Em setembro, o parlamentar não foi trabalhar nos dias 14, 20, 26 e 27 e em outubro já cumula duas faltas, até o momento, sendo uma no dia 11 e a outra no dia 18.

Veja levantamento completo:RELATÓRIO FALTAS ALEAM

PUBLICIDADE

Baixa produtividade

Wanderley também é conhecido como autor de projetos de lei que em sua maioria, instituem dias, semanas, programas e datas comemorativas no estado.

De acordo com o SAPL, o deputado é autor de 22 PLs. Destes, 16 são propostas que não trazem, de fato, algum tipo de melhoria para a população amazonense.

Alguns dos projetos de Monteiro instituem no calendário oficial do estado, por exemplo, o Dia Estadual do Administrador; do Agente Penitenciário, do Combate aos Crimes contra a Mulher na Internet; Dia do Indigenista; Dia da Economia Solidária, Dia Estadual do Catador (a) de Materiais Recicláveis, dentre outras propostas que seguem o mesmo estilo.

Discurso

O parlamentar também pouco se pronuncia na tribuna da Casa Legislativa e, às vezes, que falou foi alvo de críticas pela baixa qualidade do discurso. Um exemplo é de um pronunciamento que viralizou nas páginas dos chamados ‘memes’ no estado, em que ele comete erros de português ao pronunciar as palavras.

No vídeo ele fala “todos os direito”; “as causa”; “grandoso”; “as problemática”; “as necessidade”.

Wanderley chegou a curtir a publicação e ainda fez o seguinte comentário: “Rapaz, vocês não me esquecem mesmo kkkkkkkk. Obrigado pessoal, e já adianto que não vai ter bolo”, seguido de um emoji de risada.

Outro episódio inusitado aconteceu no dia 31 de agosto, quando o deputado apareceu na sessão, mas não havia reunião, já que anteriormente, o Parlamento realizou sessões compensatórias para iniciar o recesso do meio do ano, especificamente do dia 31 de agosto a 12 de setembro.

Monteiro também até março deste ano, já figurava como o segundo entre os dez novos deputados estaduais que mais utilizou a Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap), um total de quase R$ 100 mil em apenas dois meses de trabalho.

Atualmente cada um dos deputados têm direito ao valor mensal de R$ 48.849,65, referente ao ‘cotão’, além de seus salários de R$ 31.238,19.

A reportagem do Portal AM POST procurou o deputado, por meio de sua assessoria de comunicação, e questionou sobre os assuntos citados, mas até o fechamento da matéria nossa solicitação não foi respondida.

Redação AM POST*

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank