Após final de semana caótico no HPS João Lúcio, governo Wilson Lima é cobrado novamente por falta de tomógrafos nos hospitais

Mais de 20 pacientes aguardam por exames de tomografia na unidade, considerada referência em atendimentos neurológicos no Amazonas.

Redação AM POST

Depois de várias denúncias sobre o final de semana caótico no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, com mais de 20 pacientes aguardando por exames de tomografia na unidade, considerada referência em atendimentos neurológicos no Amazonas, o deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) voltou a usar a tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) desta terça-feira, 22, para alertar que a falta do equipamento continua causando transtornos aos pacientes da rede pública do Estado.

“Eu tenho denúncia materializada que o final de semana no João Lúcio foi um caos com 23 pacientes com traumatismo craniano aguardando por exames de tomografia. Isso é preocupante, imagina a aflição e o desespero dos nossos irmãos vendo as horas passando. A não realização do exame pode ser a diferença entre a vida e a morte, derrames e acidentes não esperam”, afirmou o deputado, em Sessão Ordinária híbrida desta terça.

Continua depois da Publicidade

Barreto aproveitou para pedir novamente que o Governo recorra à rede privada para a realização de exames de tomografia, sugestão dada pelo próprio parlamentar ao secretário estadual de Saúde (SES-AM), Marcellus Campêlo, no último dia 12. Na ocasião, o gestor chegou a anunciar que a previsão de entrega dos equipamentos será para o final de setembro.

“Faço mais um apelo ao Governo que corra para a rede privada enquanto não chega os novos equipamentos. Não podemos impor os nossos irmãos à morte ou sequelas irreversíveis. Precisamos ter compaixão e atenção com o nosso povo para que eles tenham um diagnóstico célere”, relatou.