Pesquisar por em AM POST

Manaus

Assessor parlamentar é acusado de incentivar companheira a agredir ex-mulher em Manaus

A atual esposa do homem nega a versão e alega que sua casa foi invadida pela mulher, justificando a ação violenta como legítima defesa.

  • Por AM POST

  • 10/01/2024 às 12:53

  • Atualizado em 10/01/2024 às 15:26

  • Leitura em seis minutos

Notícias de Manaus– Na última segunda-feira (08), Angela Hiromi Miyazaki Bastos registrou uma denúncia contra seu ex-companheiro, Marcelo Medeiros de Castro, que é assessor ligado ao gabinete da deputada estadual Alessandra Campello, e a atual esposa dele, Aleandra Silva, que inclusive participou do reality show amazonense ‘Musa do Busão’. A vítima acusa o casal de agressão física em um incidente que ocorreu na casa de Marcelo e Aleandra no bairro Parque Dez de Novembro, na zona Centro-Sul de Manaus.

Segundo Angel, ela foi informada de que suas joias seriam leiloadas pela Caixa Econômica Federal devido ao não pagamento dos juros mensais. O contrato estava no nome de Marcelo, seu ex-companheiro. Diante dessa situação, Angela decidiu ir até a casa de Marcelo para recuperar um notebook e parte do dinheiro proveniente das joias.

PUBLICIDADE

Ao chegar à residência de Marcelo, Angela foi surpreendida pela atual esposa dele, Aleandra Silva, que teria partido para agressões físicas. De acordo com a vítima, Marcelo incentivou a violência, chegando a ordenar a Aleandra que batesse em Angela. Nesse momento, a vítima conta que teve suas pernas amarradas com uma faixa de jiu-jitsu por Marcelo, enquanto era agredida por Aleandra. Para piorar a situação, o filho de Angela, de apenas nove anos, presenciou toda a cena.

Outro lado

Em vídeo divulgado nas redes sociais, Aleandra Silva alega que sua casa foi invadida por Angela, justificando a ação violenta como uma forma de legítima defesa.

Eu tive a minha casa invadida. Estava eu e meu esposo. A nossa casa foi invadida pela ex dele que não aceita o fima do relacionamento. Ela tem nos ameaçado, nos importunado. Eu fui surpreendida quando sai do banheiro. Eu estava no banheiro, ouvi uma gritaria, sai do banheiro e já fui pega de surpresa com um puxão de cabelo, com arranhão, no rosto, no peito, mordida nos braços e ela gritando falando que iria pegar a gente, iria voltar e matar todo mundo, foi quando eu consegui conter ela“, disse.

PUBLICIDADE

Coloquei ela no chão sentei em cima dela sem agressão, até então, mas ela continuou puxando o meu cabelo foi aqui eu que decidi me defender, fiquei pedindo o tempo todo para o Marcelo não se aproximar, porque a gente já conhece a procedência dela e qualquer coisa que ele chegasse perto ela poderia usar que ele agrediu ela. Ele ficou o tempo todo tentando acalmar a mãe dele que estava fora, ela é sequelada de AVC e não pode se estressar. Ele ficou com a mãe dele o tempo todo e eu segurando ela. Eu pedi para que ele ligasse para a polícia e foi o que aconteceu”, completou.

A polícia foi acionada e conduziu em flagrante a ex- companheira, por invasão de domicílio e agressão. Ela foi liberada após ser ouvida. Angela registrou um Boletim de Ocorrência e solicitou uma Medida Protetiva contra Macelo.

Esclarecimento deputada

A deputada Alessandra Campello, que comanda a Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), se manifestou em nota sobre o caso e disse que conhece as duas mulheres, ouviu os dois lados e ofereceu atendimento psicológico e jurídico a ambas assim como aos filhos das duas mulheres, crianças que, lamentavelmente, presenciaram tudo.

Sobre Marcelo, a deputada disse que ele foi exonerado, preventivamente, para que as autoridades competentes (polícia) concluam a investigação e também com o relato de testemunhas (pessoas presentes).

Leia a nota completa:
Sobre a ocorrência policial que envolveu um assessor ligado ao meu gabinete:

Fatos:

1 – Fui procurada pelas duas mulheres envolvidas no episódio de agressão mútua no bairro do Parque Dez. Conheço as duas.

2 – Uma relatava que havia ido até a casa de seu ex-companheiro para cobrar uma dívida e foi agredida pela atual companheira. Outra relatava que sua casa havia sido invadida pela ex- companheira de seu esposo que não aceitaria o fim do relacionamento, que a ameaçou e que também fora agredida por ela.

3 – Houve agressões de ambas as partes. No entanto, é visível que a ex-companheira foi muito mais agredida.

4 – A polícia foi acionada e conduziu em flagrante a ex- companheira, por invasão de domicílio e agressão. Ela foi liberada após ser ouvida.

Providências:

Da minha parte, enquanto mulher, deputada e Procuradora da Mulher da Assembleia Legislativa do Amazonas, repudio e condeno todas as formas de violência, principalmente envolvendo mulheres. Nesse mundo machista, onde precisamos nos unir, por vezes o machismo, a insegurança e a falta de amor próprio nos afastam, nos tornam “rivais” e nos levam a extremos assim. Combater a violência é minha bandeira e minha luta diária.

Sobre o assessor, assim que tomei conhecimento do caso determinei que o mesmo fosse exonerado, preventivamente, para que as autoridades competentes (polícia) concluam a investigação e também com o relato de testemunhas (pessoas presentes).

De pronto, ofereci às duas mulheres atendimento psicológico e jurídico da Procuradoria da Mulher. Da mesma forma, ofereci atendimento psicológico aos filhos das duas mulheres, crianças que, lamentavelmente, presenciaram tudo. Como disse em outras ocasiões, a violência nunca será resposta para resolver qualquer tipo de problema, seja pessoal ou profissional.

Alessandra Campelo – Deputada Estadual (Podemos)

Acompanhar as notícias de Manaus é essencial para quem deseja estar por dentro do que está acontecendo na cidade. Manaus é repleta de história e cultura. Nossa equipe está sempre nas ruas, trazendo as notícias de Manaus com a urgência e a precisão que os eventos da capital amazonense demandam.

O AM Post apoia a causa autista
blank

O Autismo é ver o mundo de um outro jeito, e cada um de nós temos que achar um jeito de entender as diferenças.

- Dr. Leonardo Maranhão

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank