Manaus

Buscas por paraquedista desaparecido chegam ao décimo dia em Manaus

Equipes continuam realizando buscas desde a cabeceira da ponte Philippe Daou até a Ilha das Onças.


Redação AM POST

O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), sob a coordenação da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), entrou neste domingo (24/04), no décimo dia de buscas pelo paraquedista Luiz Henrique Cardelli.

Continua depois da Publicidade

Conforme determinação do Governo do Estado, um gabinete de crise foi montado no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no bairro Aleixo, para organizar e planejar a operação de busca e resgate.

Cardelli desapareceu na sexta-feira (15/04), quando um grupo de 14 paraquedistas que realizava saltos na capital amazonense foi surpreendido pelo forte vento e pela chuva que atingiu a cidade.

Nestes últimos dias, as equipes concentram as buscas da cabeceira da ponte Philippe Daou até a Ilha das Onças (a 65 quilômetros de Manaus), além de já terem realizado uma varredura de superfície pelo rio na área dos bairros Tarumã (zona oeste) e Puraquequara (zona leste).

Continua depois da Publicidade

Neste domingo, as equipes concentraram as buscas próximo à praia de Paricatuba, em Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus), seguindo até a região da Ilha das Onças.

Equipes do Batalhão de Incêndio Florestal e Meio Ambiente (BIFMA), equipe especializada em buscas em área de mata fechada, estiveram nesta semana em uma fazenda no Km 62 da estrada AM-070, para averiguar a informação de que uma senhora teria visto um objeto caindo próximo de sua propriedade. Chegando ao local, não foi constatada nenhuma pista do objeto.

Continua depois da Publicidade

O CBMAM está trabalhando com militares especialistas em mata fechada, equipes de mergulhadores e ainda conta com o apoio da Marinha, Exército, Aeronáutica, Polícia Militar, Polícia Civil e grupo de voluntários Suçuarana.

Nestes dez dias de buscas, as equipes de segurança pública do Amazonas e demais forças amigas estão trabalhando das 6h30 às 21h, na esperança de encontrar o paraquedista.

Continua depois da Publicidade

O coordenador operacional e comandante do Corpo de Bombeiros da Capital (CBC), coronel Sulemar Barroso, disse que todas as equipes que começaram as buscas no dia 15 deste mês, continuam empenhadas no trabalho de localização e resgate do desaparecido.

Segundo Sulemar, há equipes em embarcações, usando drones, em viaturas terrestres e aeronaves na missão de busca e resgate.

Informações – O comandante-geral do CBMAM, coronel Orleilso Muniz, solicita às pessoas que tiverem alguma pista do paraquedista que entrem em contato pelo 193, número de emergência do Corpo de Bombeiros.

“Toda e qualquer informação que chegar na nossa central 193, será checada pelas equipes de buscas que não estão medindo esforços para encontrar Luiz Henrique Cardelli”, destacou Muniz.

Órgãos integrantes do Gabinete de crise
• Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM)
• Secretária Executiva Adjunta de Operações (Seaop)
• Secretaria Executiva-Adjunta de Planejamento e Gestão Integrada de Segurança (Seagi)
• Polícia Militar do Amazonas (PMAM)
• Polícia Civil do Amazonas (PC-AM)
• Marinha do Brasil – Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental
• Departamento Integrado de Operações Aéreas (Dioa)
• Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM)
• Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai)

* Com informações da assessoria de imprensa