Manaus

Castramóvel segue com atendimento gratuito em Manaus; veja como fazer agendamento

Já foram realizadas mais de 1,8 mil cirurgias em três meses de funcionamento.

Redação AM POST

A unidade móvel de castração de cães e gatos, administrada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), realizou mais de 1,8 mil procedimentos, no ano de 2021. Todas as cirurgias, disponibilizadas de forma gratuita, ocorreram em apenas três meses de atuação.

Continua depois da Publicidade

Em funcionamento desde outubro, o castramóvel atende todos os dias, incluindo fins de semana e feriados. Em seu primeiro mês de atuação foram realizados 533 procedimentos. Em novembro, o número aumentou para 566. Já em dezembro, foram 798, totalizando 1.897 castrações já realizadas desde a inauguração da unidade.

Conforme levantamento feito pela Sema Amazonas, 1.282 castrações foram realizadas em gatos, enquanto o restante, 615, foram feitas em cães. Quanto aos gatos, 691 procedimentos contemplaram fêmeas e 591 machos. A respeito dos cães, as fêmeas também foram maioria: 364 castrações em cadelas, contra 251 em cachorros.

Na Secretaria, o trabalho é conduzido pela Assessoria de Bem-Estar Animal e Fauna Doméstica (Assbea), inserida pela primeira vez no escopo de atividades da pasta no ano de 2020. As castrações ganharam o reforço de 22 veterinários contratados via edital de seleção. É o que ressalta o secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira.

Continua depois da Publicidade

“Os números traduzem o excelente trabalho que vem sendo realizado pelo Governo do Amazonas, de forma pioneira na história do nosso estado. Esse foi um projeto muito sonhado pela causa animal e que hoje é realidade, está gerando bons frutos e, em um futuro breve, resultará também na diminuição do abandono de animais nas ruas e em melhorias para a saúde pública de forma geral”, destacou.

A entrega do primeiro castramóvel do Governo do Amazonas faz parte da construção da Política Estadual do Bem-Estar Animal e da Fauna Doméstica, que é executada com apoio da Fundação Amazônia Sustentável (FAS), por meio de emendas parlamentares dos deputados estaduais Joana Darc (PL) e Saullo Vianna (PTB), com supervisão técnica da Sema Amazonas.

Continua depois da Publicidade

Novo canal de agendamento – Mais de 20 mil pessoas já fizeram solicitações para agendar o serviço, via Disque Castração. Devido à alta procura, novos agendamentos para 2022 devem ser feitos pela internet, conforme explica a assessora técnica da Assbea, Vanessa Menezes.

“Disponibilizamos um formulário on-line, onde você preenche todos os seus dados e aguarda nossa equipe entrar em contato para agendar a castração. Devido à alta procura, este link funciona como cadastro reserva e, havendo vacância, seu pet terá a castração agendada por um de nossos servidores”, explicou.

Continua depois da Publicidade

O cadastro para novos agendamentos pode ser feito por meio do link: bit.ly/32MnFhS. Os tutores de pet que já solicitaram o serviço em 2021, via Disque Castração, continuam a ser atendidos em 2022, por ordem de solicitação.

“É importante frisar que esse é, por enquanto, o primeiro castramóvel do Governo do Estado e, portanto, existe uma demanda muito alta de atendimentos, que estava reprimida. Por isso é muito importante que a população preencha o formulário corretamente, informando e revisando todos os dados antes do envio, pois informações incompletas ou erradas podem travar as próximas etapas”, ressaltou.

Funcionamento – Os procedimentos de castração de cães e gatos ocorrem todos os dias, de 9h às 17h, no castramóvel, que está estacionado na sede da Sema, na avenida Mário Ypiranga, 3.280, no bairro Flores, entre a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) e a Universidade Paulista (Unip).

São realizadas, em média, 40 castrações por dia – 20 pela manhã e 20 pela tarde. Os tutores agendados pela manhã devem comparecer ao castramóvel até às 8h30, enquanto aqueles que estão agendados pela tarde podem chegar até 13h, para a triagem dos animais e o preenchimento dos formulários para o início do procedimento.

“Este é um procedimento padrão, para que os veterinários possam realizar os procedimentos pré-operatórios de forma segura e sem interromper o fluxo das cirurgias quando estas se iniciam. Por isso, reforçamos a necessidade da pontualidade dos tutores, para que todas as castrações do dia ocorram sem atrasos no cronograma”, pontuou Vanessa Menezes.

Atrasos não serão tolerados, de forma que o agendamento é imediatamente cancelado, dando-se prioridade ao próximo da lista de espera.