Manaus

Católicos criticam clipe com temática LGBTQIA+ gravado dentro da Igreja de São Sebastião em Manaus

Nos comentários do vídeo no Youtube vários internautas se manifestaram chamando a produção de “absurdo”, “blasfêmia” e “falta de respeito” além de questionar a liberação do templo religioso para gravação do clipe.

Redação AM POST

O clipe ‘Glowria’, com temática LGBTQIA+, lançado pela companhia amazonense Ateliê 23, no último sábado (9/10) tem gerado polêmica entre católicos por ter sido gravado dentro da Igreja de São Sebastião, no Centro de Manaus.

Continua depois da Publicidade

Nos mais de 400 comentários do vídeo vários internautas se manifestaram chamando a produção de “absurdo”, “blasfêmia” e “falta de respeito” além de questionar a liberação do templo religioso para gravação do clipe.

Até o fechamento desta matéria o clipe postado no Youtube tem 471 comentário e 1,7 mil deslikes (recurso que mostra desaprovação do vídeo) contra apenas 382 likes.

“Que absurdo!!! Onde está o respeito com a fé católica?! Vocês pedem respeito, mas faltam o respeito com a nossa fé!!! É um verdadeiro sacrilégio o que fizeram. Mas erro maior têm quem liberou a Igreja para vocês cometerem essa insanidade! Que Deus tenha misericórdia!”, escreveu uma internauta.

Continua depois da Publicidade

“Não se pode amar e respeitar o que não se conhece. Não fazem idéia do crime que cometeram contra a fé cristã, contra o próprio Deus. Não se pode condenar alguém por sua ignorância. Mas quem permitiu, esse sim, conhece e sabe muito bem o vilipêndio que estava para ser cometido. Rezo para que Deus converta seus próprios fiéis, o corpo de sua igreja. Que Deus perdoe a todos, vamos rezar pela conversão das almas. Que o responsável por isso seja devidamente punido”, disse outra.

“Sou amazonense e não admito que sujeiras emporcalhem a casa de Deus. Procurem seus pares, e façam de suas vidas o que quiserem sem emporcalhar a casa de Deus. Respeito é bom e deve fazer parte da conduta de cada um”, declarou outro internauta.

Continua depois da Publicidade

A reportagem do AM POST procurou a Arquidiocese de Manaus para questionar o caso e foi informada que ainda não há um posicionamento. “Ainda não temos um pronunciamento oficial. Estamos apurando ao certo o que houve e acompanhando os comentários do vídeo”, disse a assessoria da Arquidiocese.

Segundo o diretor do vídeo Eric Lima, o clipe mostra a intolerância religiosa, a relação do gay com a fé, com Deus, dentro do ambiente do Cristianismo e como a igreja influenciou na questão do preconceito na sociedade, a partir de registros históricos da homofobia.

Continua depois da Publicidade

O projeto foi contemplado no edital Prêmio Feliciano Lana, que faz parte das ações emergenciais da Lei Aldir Blanc, operacionalizada no Estado por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa; e no Edital Prêmio Manaus de Conexões Culturais, da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), em 2019.

Veja vídeo: